onu

Bolsoturma não para de mentir. Mas, de SP, vem boa notícia: ButanVac

DEFESA Nos dias atuais não existe indicador melhor de que se está no caminho certo do que tentativas de ser tirado do ar por coisiformes. Foi o que aconteceu com o Chumbo Gordo, anteontem (25), houve mais de 3 mil ataques. Mas não tiveram sucesso, não contavam com um firewall de nome Marli, a Única.

 O Instituto Butantan criou uma vacina contra a covid-19 e pedirá  licença à Anvisa para  fazer ensaios clínicos das fases 1 e 2 com 1.800 pessoas.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, declarou ser possível terminar  os testes da ButanVac e produzir 40 milhões de doses  antes do fim do ano.

Notícia boa para o Brasil e mais um pesadelo a importunar o coiso. Anvisa, seja rápida!

Angela Merkel ao cancelar lockdown que pretendia decretar no período da Páscoa: “A ideia foi um erro. Havia boas razões para optar por ela, mas ela não pode ser implementada suficientemente bem nesse curto período de tempo”, Esse erro é somente meu. “Lamento profundamente e peço desculpas a todos os cidadãos”

MENTIRA interpretação mentirosa do pinoquião coiso: “Angela Merkel – ia ter o lockdown rigoroso lá – e ela cancelou e pediu desculpas. Ela falou lá, segundo a imprensa, que os efeitos de fechar tudo é muito mais grave que os efeitos do vírus. Palavras dela”.

Se alguém conseguir encontrar alguma semelhança entre o que disse Merkel e o que zurrou o coiso receberá a comenda de “Dois mais dois são seis”.

A propaganda da Assembleia Legislativa de São Paulo que vem sendo divulgada nas TVs é das que mais podem ser tachadas de eméticas, vão mentir assim lá em Brasília.

O coiso não avaliou direito – não consegue fazer isso em relação a coisa alguma – o preço  que o Centrão cobraria pelo apoio e, principalmente, qual o maior interesse do Centrão, que é o próprio Centrão. O presidente da Câmara, Arthur Lira, cheirando que o coiso é tóxico para seus interesses, que não têm relação com os do Brasil, pôs a faca no pescoço do genocida. Tudo indica que o coiso ficará como o pintor da piada, aquele do qual tiraram a escada e ficou pendurado na brocha(*)

(*) Nos tempos de antanho havia broxa e brocha, a reforma ortográfica determinou que ser brocha basta para o pincel, o preguinho e o necessitado de Viagra.

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, declarou que “Moro esbofeteou o Poder Judiciário ao aceitar ser ministro de Bolsonaro”, no que está absolutamente certo, a lamentar o fato de que a fala partiu de alguém regiamente pago para defender alguém que sabia – e sabe – ser culpado de todos os crimes pelos quais foi acusado e condenado.

 Este digitador, talvez porque não consegue se desvincular do raciocínio matemático aprendido quando na faculdade de engenharia em que cursou Eletrônica, mas não concluiu, tem duas dúvidas minhocando em sua cabeça desde que a Segunda Turma do STF determinou a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro.

Sem entrar no mérito da decisão, ei-las. Uma já foi externada várias vezes: por que a mesma Corte que determinou a anulação de provas de muitas operações da Polícia Federal baseada no fato de que foram obtidas por meio de escutas telefônicas não autorizadas, e, agora, aceitou como prova mensagens hackeadas? A segunda é mais incômoda ainda: se todas as decisões de Moro foram referendadas no TRF-3, algumas até com aumento da pena, os desembargadores também serão considerados parciais?

(CACALO KFOURI)

                                                             ***************

                                                             ***************

Copiadas do UOL

 Empresário vacinado às escondidas foi vice de Aécio e sócio de Valério

O empresário Clésio Andrade, 68, foi um dos vacinados contra covid-19 gratuitamente e às escondidas em Minas Gerais, conforme revelou reportagem da revista piauí, publicada ontem. Ele é um personagem muito próximo de personalidades conhecidas no cenário nacional. Clésio foi vice-governador de Minas Gerais na gestão Aécio Neves entre 2003 e 2006, senador entre 2011 e 2014, além de já ter sido sócio do ex-publicitário Marcos Valério, conhecido pela participação no mensalão.

Detalhes mais do que suficientes para definir o caráter do praticamente criminoso, a lei que transforma furar a fila de vacinação em crime foi aprovada na Câmara, falta a confirmação no Senado.

 Justiça derruba obrigatoriedade de doação ao SUS de vacinas compradas por empresas

 A Justiça Federal em(*) Brasília considerou inconstitucional a lei aprovada pelo Congresso que obriga a doação ao Sistema Único de Saúde de 100% de vacinas compradas por empresas ou outras instituições enquanto todos os grupos considerados prioritários não forem vacinados.

O juiz substituto da 21ª vara federal de(*) Brasília, Rolando Spanholo, entendeu que a exigência da doação, incluída na lei pelos parlamentares, é inconstitucional, aceitando a argumentação do Sindicato dos Delegados de Polícia de São Paulo, de que a vedação violava o direito fundamental à saúde ao atrasar a imunização.

(*) Aleluia, aleluia, um escriba que sabe das coisas, parabéns!

Vamos ver quanto tempo levará para que a decisão seja derrubada… Parece a institucionalização do “quem pode mais chora menos”.

 Bolsonaro repete “solução Pazuello” para Ernesto e procura saída honrosa

Nada que envolva o coiso, o general da banda Pazzo, o zuelo, e Araújo pode ter solução honrosa, honra é uma virtude desconhecida pelos três.

Dona de navio que ‘entalou’ no Canal de Suez pede desculpas por engarrafamento marítimo

O incidente provocou um enorme engarrafamento: formou-se uma fila de mais de 150 navios à espera de passar por Suez, por onde transita(*) cerca de 12%(*) do comércio global – uma vez que o canal conecta o (Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho)(**) e oferece a rota mais curta entre Ásia e Europa.

(*) Cara-pálida, transitam 12% da carga. Se fosse “por onde 12% da carga transita” poderia ser no singular por causa da ilógica regra da concordância por proximidade.

(**) Pale face, o que encurta a rota é que a conexão continua do Mar Vermelho até o Oceano Atlântico, capisce?

 ‘Ninguém sonha em ser coveiro’, diz engenheiro que virou sepultador

Formado em engenharia mecatrônica, Bruno de Lima, 26, trabalha há um ano como sepultador no Cemitério da Saudade, na zona leste de São Paulo.

“Ninguém sonha em ser coveiro, né? Me formei em engenharia mecatrônica, já tinha feito o [curso] técnico, já tinha experiência na área. Mas o único emprego que está tendo agora é em hospital e cemitério”, conta Bruno.

Mecatrônica é um ramo  da engenharia que lida com projetos de sistemas eletromecânicos automatizados controlados por computador. A área  é o  futuro de todas as  “engenharias” tal o nível de automação que é necessária nas especialidades e Bruno não consegue emprego apesar de experiente. Brasil, país sem futuro.

 “Pior jogador de treino que já joguei”, dispara ex-Chelsea contra Hazard

 Jogou aonde, cara-pálida, na parede, no lixo? Com(*) quem já joguei, como está no texto, mas não notou, né mermo?

Não treina bem, é o pior jogador de treino com(*) quem já joguei”, disse ele,

                                                             ***************

Copiada do Estadão

Ernesto Araújo acha difícil obter vacina dos EUA

 O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou ontem que considera “difícil” o Brasil obter dos Estados Unidos a liberação para compra de milhares de vacinas da Astrazeneca/oxford estocadas e ainda não aplicadas contra a covid-19 naquele país. Ao falar em audiência na Câmara dos Deputados, o ministro também indicou que o Ministério da Saúde pode sofrer novos atrasos no fornecimento de doses do imunizante que são fabricadas na Índia.

Por que será? Tratou tão bem a Índia, o Biden, que ingratos… A China, então, nem se fale.

                                                             ***************

Copiadas da Folha

Um dia após reunião de pacificação, Bolsonaro volta a criticar prefeitos e governadores

Em cerimônia para anunciar medidas para Santas Casas, presidente condenou decretos que fecham comércio

Gentem, acho que é supérfluo repetir a fábula “O escorpião e o sapo”, não?, sem querer ofender o escorpião.

Painel

referência

Nesta quinta-feira (25), Queiroga visitará o InCor, em São Paulo, em sua primeira viagem como titular da pasta. Será recebido por Roberto Kalil Filho e Adib Jatene(???)

(???) Dr Adib era um gênio, mas por mais que fosse eficiente como cirurgião e inventor não conseguiria o milagre da autorressureição, ele morreu em 2014, o dr. Quedroga será recebido por Fabio Jatene, um dos filhos do grande médico que saiu ao pai.

Bolsonaro ficou para trás, diz presidente da frente de segurança pública após Doria anunciar vacinação para policiais

O deputado Capitão Augusto (PL-SP) disse ao Painel que o governo de Jair Bolsonaro ficou para trás com a decisão do governador João Doria (PSDB) em iniciar a vacinação de policiais e professores.

Segundo o tucano, os policiais serão vacinados a partir do dia 5 de abril.

Presidente da frente parlamentar da Segurança Pública na Câmara dos Deputados, o deputado afirmou que encaminhou ofício solicitando a inclusão dos policiais na vacinação tanto para o presidente da República quanto para Doria.

Mais uma certeira canelada de Doria no coiso – o que não é difícil tantas pernas tem. Os policiais já haviam demonstrado insatisfação quando ficaram fora da mamata conseguida pelos militares, estes terão seus soldos reajustados apesar da PEC Emergencial, agora, com o agrado da vacinação vão tirar mais apoio, o que policial que se preze jamais poderia ter dado a um notório criminoso, antes de genocídio planejou atos terroristas e lamentou que a ditadura militar não tenha matado uns 30 mil, o ex-presidente FHC incluído.

 No Senado, assessor da Presidência faz gesto obsceno e racista

 Em meio a uma sessão do Senado, o assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, foi flagrado nesta quarta-feira (24) fazendo gestos obscenos e racistas às costas do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Em países que vivenciam o crescimento de movimentos de extrema direita, o gesto feito é ligado ao movimento supremacista branco. Os três dedos esticados simbolizam a letra “w”, que seria uma referência à palavra em inglês “white” (branco). O círculo formado representa a letra “p”, para a palavra “power” (poder). Ou seja, o símbolo é apontado como simbolizando “poder branco”.

A obscenidade também associada ao gesto vem de seu uso no Brasil como uma forma de dizer “vai tomar no c.”.

No Twitter, Martins afirmou que estava ajeitando a lapela do terno e negou que tenha feito um gesto racista.

Está no lugar certo, assessor da Presidência. Mentiroso e covarde, fez e tenta desmentir com uma história da carochinha, para comprovar que é mentira é só pedir par 5 mil pessoas ajeitarem a lapela de um terno e não haverá um movimento que se assemelhe ao que fez.

“Um aviso aos palhaços que desejam emplacar a tese de que eu, um judeu(???), sou simpático ao ‘supremacismo branco’

(???) Este digitador navegou como nunca no Google e não encontrou nem um sinal, por menor que fosse, de que seja judeu, mas foram encontradas várias manifestações racistas.E se fosse, o fato de ser judeu não quer dizer nada, seu colega de governo, Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, é negro e racista ao extremo.

                                                             ***************

Copiada do G1

 Autonomia do médico não dá direito de prescrever remédio ineficaz, diz presidente de entidade que mudou orientação sobre ‘kit Covid’

 O novo presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), o médico César Eduardo Fernandes, afirmou, em entrevista ao G1, que a autonomia do médico não lhe dá o direito de prescrever remédios ineficazes contra a Covid-19.

“O princípio que eu acho válido, que merece todo o nosso respeito, é dar autonomia de decisão ao médico. Mas essa autonomia não lhe dá, a meu juízo, o direito de fazer uso de medicações que não tenham eficácia”, afirmou Fernandes.

Não só não têm eficácia comprovada como também os últimos relatórios indicam ser altamente venenosas. Se quase a totalidade dos cientistas e a OMS dizem que as drogas do kit são ineficazes contra a covid-19 e danosas à saúde baseados em que teoria alguns médicos prescrevem-na?

Diz Mauro Ribeiro, presidente do  Conselho Federal de Medicina, que “Claro que pode, porque quando damos autonomia ao médico, não é um uma carta de alforria para fazer aquilo que quer. Se ele prescrever cinco ou seis drogas e, por alguma razão, o paciente apresentar efeito e aquilo se transformar numa denúncia do conflito regional, ele vai responder por isso.”. A questão é que “responder por isso” não ressuscita ninguém.

                                                             ***************

Copiada da coluna CARLA ARAÚJO

Ernesto Araújo tem pouco espaço para postos no exterior, avaliam diplomatas

Se o presidente Jair Bolsonaro autorizou que procurassem um novo posto para o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, dentro do Itamaraty a visão é que o atual chanceler teria dificuldades para se realocar.

Para que ocupe uma embaixada do Brasil, Araújo precisaria ser aprovado numa sabatina no Senado, justamente onde foi humilhado na quarta-feira.

Injustiça das injustiças! Embaixada das Filipinas, do Irã, pode inaugurar uma na Coreia do Norte, sem mencionar a da China, onde será recebido com tapete vermelho – de fogo! Mas o ideal é que vá para a Sibéria junto com 03, seu protetor.

Ah, que tal “asçesçor” de alguma milícia, credenciais não lhe faltam.

 Mais um protegido de 03 encrencado, o assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, que fez o que não devia, a descrição está mais acima. Quem sabe, os dois possam (as)sumir algum cargo juntos.

A solução ideal é despachar o trio ignóbil para lugar incerto e nunca sabido.

                                                              ***************

mentiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter