bye-bye

Paladino anticorrupção? E o bye-bye dado ao Olavo

  • A verdadeira face do “paladino anticorrupção”

 

Era tão desprezível que nem a filha ficou triste

 Segue o comentário da filha do agora ex-astrólogo Olavo de Carvalho:


Se ao bater as botas este  mirandeiro merecer comentário do tipo de um dos filhos ressuscitará só para, em seguida, cometer suicídio devido ao desgosto e à vergonha de o haver decepcionado de tal forma.

 Previsão do astrólogo fracassado

 

 

“Spoke’n’said”

 

Mas o “ganho” não foi suficiente para livrar a Terra da mediocridade

 O apoiador do anticristo e dono da arrecadatória Igreja Universal do Reino de Deus  de dinheiro de crédulos que não percebem a arapuca em que caem , “bispo” Edir Macedo,  publicou  um texto em seu site oficial, na segunda-feira (24), em que  orneja – mesma prática de quem apoia – que não é possível ser cristão e de esquerda.

Zurrou o “bispo”, multiplicando por -1 sem perceber o que divulgou, que “Se você se diz cristão e ainda vota na esquerda, há apenas duas possibilidades: ou você não segue realmente os ensinamentos do cristianismo ou os segue e ainda não entendeu o que a esquerda é verdadeiramente.”.

A verdade no texto publicado é “Se você se diz cristão e ainda segue igrejas do tipo das de edíres, malafaias, hernandez, valdemiros e assemelhados, há apenas duas possibilidades: ou você não segue realmente os ensinamentos do Cristianismo ou  ainda não entendeu uma linha sequer das falsas interpretações da “Bíblia”  que fazem estes que lhes aplicam  um enorme conto do vigário.”.

 É sempre bom lembrar que um dos mais terríveis ditadores de todos os tempos, o generalíssimo Francisco Franco, dizia-se caudilho da Espanha “por la gracia de Dios”. Muy cristiano

Como resolver?

O jornal O Globo (25), em editorial, propõe que “Bolsonaro tem dever de evitar o pior em 2022”

Será que pretende uma saída à moda de Getúlio Vargas, suicídio? É o único jeito de ele não piorar tudo o que já é pior.

Viva o padre Júlio Lancellotti

 Se a situação em que estão os moradores de rua em São Paulo é lamentável muito pior seria se não fossem os cuidados do padre Júlio, ele que tanto enraivece prefeitos e o pessoal da Polícia Militar. Causa revolta neles alguém  dedicar a vida para ajudar desassistidos pelo governo.

 No dia 24 passado, ele foi entrevistado no Conexão GloboNews e levantou uma questão que não foi respondida. A TV mostrou imagens do Pátio do Colégio (Patteo do Collegio), marco da fundação da cidade paulistana, e arredores no dia 23, coalhados de moradores de rua em suas barracas. Em seguida, apresentou imagens feitas no dia 24, a região totalmente vazia e limpa, preparada para as festividades dos 468 anos da cidade. A questão levantada e não respondida: “Para onde a Prefeitura levou as pessoas?”.

  Sempre o mesmo lero-lero

 Um leitor fez uma reclamação por meio do “São Paulo reclama”, no “Estadãozinho”. Queixou-se da buraqueira nas proximidades de sua casa no Itaim Bibi e escreveu que a Prefeitura nada faz.

A resposta da “otoridade” foi a de sempre, “Somente em 2021, na região de Pinheiros, foram tapados mais de 10 mil buracos”.

Tampou 10 mil? Não fez mais do que sua obrigação e não foi o suficiente, deveria ter tampado 20 mil, caramba.

É sempre a mesma coisa não importa a quem a reclamação é dirigida. Se um morador, por exemplo, reclamar que acontecem cinco assaltos por dia perto de sua casa a Secretaria de Segurança Pública responderá que prendeu meio assaltante na região, que a polícia tem feito rondas etc. etc. etc. e finge não notar que nada mudou.

Na carta há um erro, está escrito Itaim-bibi, mas passou batido.

 Conta  Malu Gaspar

A mesma jornalista que mostrou todos os podres de Lula no livro “A Organização”, que a Anvisa reclama ao ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, de falta de proteção da Polícia Federal  contra as ameaças que funcionários vem recebendo.

Esperar o quê, Anvisa, de PF dominada e Anderson Torres como ministro da Justiça?

Enquanto existir quem pague…

O Blog do Ancelmo informa que no Porto da Barra (Búzios, RJ) três casquinhas de sorvete com uma bola cada saem por R$ 120. E que  na Praia de Geriba, com quatro bolotas, custam R$ 90.

Se custam isso é porque existem os sem-noção que pagam, trata-se do que minha sábia mãe definia como “dinheiro nas mãos erradas”.

Isto tem nome,  jogar dinheiro no lixo

O país pretende lançar em 2034 o primeiro submarino a propulsão nuclear produzido aqui.

É um despautério incomensurável, muito antes de  2034 estarão superados e ainda  é muito provável que, se eles ainda forem necessários, sejam propelidos a água.

O ignorado pela OAB Frederick Wassef,  advogado da famiglicia, está em outro rolo

Os administradores de um condomínio em Amparo, município de São Paulo , entraram na Justiça com uma ação contra ele.

Dizem que ele deve R$ 46.092,16, já aplicados juros e correção, sobre as despesas de condomínio que deixou de pagar desde 2016.

 O rábula alega que se trata de uma armação, que não é dono de nenhum terreno no condomínio, que é mais uma fraude que sofreu.
Em se tratando da personagem, o comentário mais apropriado é “Quem com fraude fere com fraude será ferido.”.

E não deve ser fraude, o terreno é dele.

Insuportável!

 A publicidade está dominada, foi “tiktokquizada”, não interessa o produto, todos são anunciados com dancinhas ridículas. Agora, os anúncios de automóveis têm companhia, estes parecem contar histórias d’outro mundo, aqueles, totalmente toscos, sem criatividade.

 (CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Copiada do UOL

Promotor que investiga Carlos Bolsonaro vai em festa de advogada de Flavio(?)

O promotor Alexandre Murilo Graça, que investiga um suposto(!) caso de “rachadinha” no gabinete do vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), esteve no aniversário da advogada do senador Flávio(?) Bolsonaro (PL-RJ), irmão de Carlos e também filho do presidente Jair Bolsonaro (PL). A informação foi publicada inicialmente pelo jornal O Globo, e confirmada pelo UOL.

(?) O cara-pálida da capa não sabe copiar o que lê no texto, é “uólico” de carteirinha. Flávio, escriba.

(!) Suposto para quem, escriba?

A festa da advogada Luciana Pires aconteceu no último sábado (22) nos salões do Iate Clube do Rio de Janeiro. A comemoração reuniu mais de cem pessoas, incluindo outros advogados, promotores e delegados de polícia.

Em português claro, não foi uma festa, foi um contubérnio. Por favor Conselho Nacional do Ministério Público, não aja da mesma forma que CFM, OAB…

                                                             ***************

Blog do Ancelmo

 Foi feriado em Sampa e o mirandeiro meio que se feriadou, passagem perfunctória pela área.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter