Óleo de peroba vai se esgotar desse jeito

óleo peroba Haja óleo de peroba

O cara de pau senador federal 01, em artigo publicado na Folha de S.Paulo de ontem, 22, dia dos dois patinhos na lagoa e de um monte de patos que apreciarão o bestialógico, critica o ex-tudo Sergio Moro, ex-herói da familícia. Garatuja ele que “Quem soltou Lula foi Sergio Moro. (…). “Lula foi condenado, com provas, em primeira e segunda instâncias, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal. Era só Moro ter cumprido a lei que a Suprema Corte não seria obrigada a reconhecer seus abusos de autoridade e suas combinações nefastas e ilegais com integrantes do Ministério Público Federal e do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que levaram à anulação dos processos em que julgou Lula.”.

Sem dúvida, Moro cometeu erros graves, mas foi ele quem condenou Lula em primeira instância, condenações que foram mantidas – e em alguns casos ampliadas na segunda. O ataque ao Coaf tem motivo, ele está enroscado até o pescoço no conselho.

E “papai” vai ficar bravo, se esqueceu do fato de ele ter dito que ““Ele não poderia se aproximar de políticos, não poderia ter um partido, como não teve e não tinha. Ele estava cumprindo com a sua missão. Se a missão dele não fosse bem cumprida, eu não estaria aqui. Então, em parte, o que acontece na política do Brasil devemos a Sergio Moro”?

Mais cara de pauQuando a falta de “Desconfiômetro” ultrapassa as barreiras da sanidade | Blog do Leunam

Lula rebateu, mas escorregou na maionese, MENTIU também, fez uso de argumentos furados do tipo “Não há nos processos contra Lula nenhuma prova de que ele tenha tomado qualquer decisão ilegal ou em troca de benefícios pessoais, como MENTIU o senador. Ao contrário, há nos processos provas e provas da inocência do ex-presidente e de que ele nunca ele nunca foi dono dos imóveis nos processos.

Não há uma única prova da inocência dele em nenhum dos processos, ele não foi inocentado, os processos foram anulados por irregularidades de procedimento.

Não vai ter óleo que chegue

O ignaro ignóbil, que, devido ao descaso e ignorância com que tratou e continua a tratar a pandemia, ganhou, entre outros apelidos, o de genocida, disse, a propósito da descriminação do aborto na Colômbia, que “No que depender de mim, lutarei até o fim para proteger a vida de nossas crianças.”.

Mentiroso! As únicas “crianças” que protegeu até o momento foram os 00s rachadores interferindo na Polícia Federal, na Receita Federal e na Procuradoria-Geral, a ponto de coiso ser mais adequado que República.

 Grosseiro como habitual

armandoOntem, tomaram posse como presidente e vice do TSE os ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes, ambos do STF. As eleições deste ano estarão sob os cuidados dos dois. O ignaro ignóbil foi convidado pessoalmente para assistir à posse, mas não compareceu, alegou “extensa agenda” como fator impeditivo.

Foi pego, mais uma vez, na mentira. Às 18h30 – e a posse estava marcada para as 19h – foi visto no cercadinho – que nome mais apropriado – na frente do Circo do Planalto trocando ornejos com a “tropa”.

 (CACALO KFOURI)

                                                            ***************

E o mais triste é que a legenda está em uma reportagem que trata de educação. Cara-pálida do gerador de caracteres, símbolos de unidades de medida não vão ao plural, é 2 km.

                                                            ***************

Copiadas da Folha

Vacinação de militares contra Covid fica abaixo de índice geral de adultosmilitares - defesa

A desobrigação da vacina contra a Covid, a falta de estímulos à segunda dose e a ausência de diretrizes objetivas sobre imunização nas três Forças Armadas levaram os militares brasileiros a se vacinarem menos do que a população adulta em geral.

Tem explicação, são infantis, só gostam de brincar de guerrinha.

Flávio Bolsonaro mobilizou Receita contra caso da ‘rachadinha’, mostram documentos inéditos

 A Receita Federal mobilizou por quatro meses uma equipe de cinco servidores para apurar uma acusação feita pelo senador Flávio Bolsonaro de que teria tido seus dados fiscais acessados e repassados de forma ilegal ao Coaf (órgão federal de inteligência financeira), o que deu origem ao caso das “rachadinhas”.

Documentos inéditos obtidos pela Folha mostram, pela primeira vez, a ação efetiva da máquina pública federal em decorrência da estratégia de Flávio.

O filho do presidente Jair Bolsonaro e seus advogados buscaram a ajuda de órgãos do governo federal para tentar reunir provas com o intuito de anular as investigações da suspeita de que ele comandou um esquema de desvio de parte do salário de assessores quando era deputado estadual, no Rio de Janeiro.

É exatamente o que está na abertura do “Mirando”. Cara de pau, um daqueles provenientes do desmatamento da Amazônia.

Anular as investigações? Os de Lula foram mais eficientes, não tiveram como interferir e conseguiram anular as condenações, um passo adiante das investigações.

                                                             ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Homem diz que é professor de francês e pede alimento para a família na zona sul do Rio

Esse(!) senhorzinho tem causado comoção na zona sul do Rio.

(!) Este, mistake, o que você está mostrando.

Creche em Laranjeiras faz leilão em prol de instituição mineira

(…), onde metade da população tem uma renda per capta(!!!) de meio salário mínimo.

(!!!) Caro leitor, renda per capta é o desejo de todo mundo! A pessoa passa perto e ela pega, ela fica rica na hora! Capita, mistake, capita, captou?

Duas Linhas e Meia (22-02-2022)

. João Falcão, mestre pela Harvard Law School e pela FGV Direito-Rio, publicou o livro “Startup Law: Direito e Economia do conhecimento(!)

(!) A impressão digital é da miss Caixa, mas o crédito é do jefe. Por que em baixa se o resto está em alta, escriba?

Tudo será  entregue às vítimas das enchentes que assolaram há sete  dias o município da (região serrana do Estado)(???).

(???) Quem sabe da vida dele é ele… Região Serrana do estado, escriba.

 Luciano Bandeira  nomeia a advogada Fernanda Pereira Machado como uma das delegadas da  Comissao(*) de Enfrentamento à  Violência contra advogados desta seccional.

(*) Ão, escriba.

 Cinema: história do Grupo Estação será contada em livro

(…), de Marcelo Mendes, um dos sócios-fundadores(X) da rede.

(X) Sem hifen,  jefe.

Na obra, Marcelo conta que o estação(!) surgiu da ideia de cinco amigos,

 (!) Em alta, caramba.

Consumidor tem 10 anos para reaver condomínio de imóvel entregue com atraso

Uma decisão da Justiça do Rio pode beneficiar os consumidores que pagaram cotas de condomínio de imóvel, apesar das(!!!) chaves

(!!!) De as chaves, mistake! Estuda um pouquim, estuda?

‘A Roda: Samba’ do sábado de carnaval recebe Tati Quebra Barraco, Nilze Carvalho e Marvvila

(…), elevando a audiência da faixa no comparativo com os quatro sábados anteriores em mais 1 pontos(!!!) de audiência e de share.

(!!!) É 1 pto de audiência e de share igual a 1 pontos! Perfeito, errador. E ainda gozam os paulistas com um chopes e dois pastel… 1 ponto, escriba.

Fernanda Montenegro faz discurso em cinema após tributo a Jabor; veja o vídeo

(…), quem pediu a palavra entre os espectadores foi nada mais,(X) nada menos que Fernanda Montenegro

(X) E quem errou de novo foi nada mais nada menos que mistake. Não tem vírgula, escriba.

O filme também(!!!) rendeu ainda(!!!) a Fernanda Torres,

(!!!) Tira um dos dois, mistake.

 Rio bate recorde de arrecadação de cota única de IPTU

A Secretaria municipal(?) de Fazenda e Planejamento do Rio,

(?) Preconceito de esfera administrativa!!! Em alta, jefe. Mais um com impressão digital da…

                                                             ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter