Nobel judeus

Prêmio Nobel: os judeus portugueses. Por Meraldo Zisman

O fato de ser judeu e exercer o meu ofício de médico no Recife, cidade onde nasci e me criei, e onde meus entes queridos estão aqui enterrados, compreensivo este meu orgulho em avultar a plêiade de destacados médicos Sefárdicos portugueses, muitos deles médicos dos reis de Portugal…

No Castelo de São Miguel em Guimarães, nasce o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, e que escolhe para seu conselheiro um judeu sefárdico de nome Egas Moniz.  Decorridos oitocentos anos, desta indicação de um judeu Moniz ser conselheiro do primeiro rei de Portugal, justo, um descendente deste cortesão foi contemplado com o primeiro prêmio Nobel de Medicina (1949), concedido a um descendente direto deste conselheiro homônimo.

Falo do Professor Doutor Egas Moniz e que jamais negou suas origens, sefardita.

Fez a Medicina portuguesa equivaler-se às melhores do Mundo com suas técnicas neurológicas (apesar da técnica da lobotomia pré-frontal ter sido abonada, validam ainda mais as suas descobertas sobre a circulação cerebral).

Saltando-se para Universidade de Coimbra, fundada em 1290 pelo Rei D. Dinís, saliento que os judeus Sefárdicos portugueses, ali se ia concentrar, naqueles que foram médicos famosos e graduados desta mui nobre e tradicional universidade. Considerada um dos mais antigos centros universitários do Velho Mundo e que muito serviu a nós brasileiros, pois diferente das outras colônias das Américas a coroa portuguesa jamais permitiu a criação de universidades em terras brasílicas.

O fato de ser judeu e exercer o meu ofício de médico no Recife, cidade onde nasci e me criei, e onde meus entes queridos estão aqui enterrados, compreensivo este meu orgulho em avultar a plêiade de destacados médicos Sefárdicos portugueses, muitos deles médicos dos reis de Portugal.

Nos tempos do Brasil Colônia a profissão médica era denominada como Profissão ou Negócio de Judeu — os médicos judeus estavam impedidos,  mesmo quando convertidos ao cristianismo, de atenderem pacientes cristãos-velhos.

Por isso muitos deles migraram para regiões recém-descobertas pelos navegadores.

___________________________________

Meraldo Zisman Médico, psicoterapeuta. É um dos primeiros neonatologistas brasileiros. Consultante Honorário da Universidade de Oxford (Grã-Bretanha). Vive no Recife (PE). Imortal, pela Academia Recifense de Letras, da Cadeira de número 20, cujo patrono é o escritor Alvaro Ferraz.

_______________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter