silêncio

Por Benjamim Cafalli

O silêncio dos que deviam gritar

Coisas incompreensíveis

 Estima-se que existam perto de 2 bilhões de muçulmanos espalhados por vários continentes, mas um pequeno grupo deles, o Estado Islâmico, comete inúmeros crimes em nome de Allah, e os outros mantêm-se em silêncio.

 Há milhões de adeptos das fiéis classificadas como evangélicas e uma parte deles, os “evangélicos”,  apoia gente que desrespeita tudo o que está na “Bíblia”, engana seus fiéis tirando-lhes o suado dinheiro, ficam milionários, e os sérios mantêm-se em silêncio.

 Na Igreja Católica, em que há centenas e centenas de denúncias de abuso sexual que ficam encobertas, a maior parte dos adeptos finge ignorar ou não dá a devida importância.

 O mesmo vale para todos no Oriente Médio, em que todos se matam, ninguém tem razão, e as pessoas que discordam do que acontece se omitem.

 No Brasil, de acordo com informações oficiais, há ao redor de 360 mil militares na ativa nas Forças Armadas e a alta cúpula se alia a tudo de errado que existe no país – e não é de hoje – , viola o juramento que fez de cumprir e defender o que está na Constituição, e a parte legalista, séria da tropa, assiste a tudo quieta, deixando que a totalidade deles seja desmoralizada.

 Inércia injustificada e injustificável.

MENTIRENTEInversão total de valores

O vil ocupante do Circo do Planalto espera que o STF concorde com a vilania cometida por ele ao perdoar um assecla criminoso para apaziguar a situação. Não percebe que o errado é ele, sem mencionar  os militares de quinta categoria que o cercam.

As nobres excelências querem se locupletar com o perdão de tudo de errado que fizeram

Parlamentares que desonram o Congresso com a mesma conduta imoral daquele que apoiam pretendem acabar com qualquer possibilidade de serem punidos quando pegos ao cometer crimes. Um projeto proposto por uma coisiforme, Carla Zambelli, tem como objetivo anistiar todos  os que tenham malfeitos investigados como sendo “crimes de natureza política” no período de 1º de janeiro de 2019, dia dos mais tristes da História do Brasil, o da posse do ignaro ignóbil, até 21 de abril, quando  foi concedido o perdão a Daniel Silveira. Trata-se de uma anistia retroativa, que orna com o perdão de uma condenação que ainda não transitou em julgado, portanto, futura.

Festival de despautérios

O ministro da Defesa – não é do país, é do coiso –, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, mostrou o texto em que rebateu a fala do ministro Luís Roberto Barroso (STF) para que seu chefe aprovasse e, quem sabe, acrescentasse mais algum despautério. Os generais que compõem o Alto Comando do Exército e pelos militares que só defendem o que não deveriam no Ministério da Defesa.

 Alto Comando está escrito sem o devido hífen porque é assim que aparece oficialmente no site, prova de que nem para escrever certo servem:

Nero tocou lira enquanto via Roma incendiada

Por aqui, Lira, o Arthur, toca mais fogo em um já enorme incêndio. Diz ele que a responsabilidade de cassar o mandato do criminoso perdoado pelo ignaro ignóbil é do Congresso.

Se o Congresso tivesse alguma noção do que seja responsabilidade já teria cassado o mandato de Daniel Silveira há muito tempo. Mas o que vale por lá não é o que é certo, vige o corporativismo e, pior, a autoproteção. Mas, há, no caso,  uma grande ironia,  cassado tivesse sido, teria poupado aquele de quem o presidente da Câmara é um canino aliado, de mostrar, mais uma vez, o abjeto ser que é, ele não precisaria ter perdoado um criminoso.

 Falta de respeito para com o leitor

 Ontem, a agremiação dona da segunda maior torcida do país, Corinthians, em prélio  disputado em seu próprio derrotou o rival platino Boca Juniors por um placar não dilatado, 2 a 0 – mais à frente será possível entender o uso de tais expressões.

 As expressões em itálico eram as usadas pelos locutores que narravam pugnas futebolísticas no  fim dos anos 1950 e começo dos 1960. Este mirandeiro e seus irmãos tinham horário para dormir, por isso não podiam escutar no rádio os jogos noturnos. Então, aguardavam ansiosamente pela chegada da edição de “O Estado de S. Paulo”, que ainda não tinha apelido, não era Estadão, não era Estadãozinho. O jornal, mesmo sem as facilidades dos recursos disponíveis atualmente, trazia o resultado da partida. E olha que morávamos em um bairro que, à época, era considerado de difícil acesso, o Itaim Bibi.

 Hoje, moro a menos de 5 km da sede do jornal e a edição recebida não faz menção alguma ao jogo. O jornal, infelizmente, não diminuiu só de tamanho, a qualidade caiu mais ainda.

 (CACALO KFOURI)

                                                                  ***************

O indigitado “pastor”, que tem registro de colecionador de armas e de caçador, violou todas as regras estabelecidas pela Anac e Polícia Federal para transporte de armas em aviões. Manteve a mesma postura que mostrou quando ministro, colecionador de irregularidades.

 

por Benjamim Cafalli

 

Os pastores “evangélicos” Arilton Moura e Gilmar Santos, os propineiros das negociatas no MEC estiveram 127 vezes no Ministério da Educação e no FNDE durante a gestão do ministro atirador. Antes do disparo da arma, já havia atirado a Educação no lixo.

                                                                  ***************

Copiadas do Estadãozinho

 Secretário fiscaliza contratos de entidade ligada a sua família

A Prefeitura de São Paulo firmou 18 convênios com uma entidade criada pela igreja da família do vereador e atual secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), Carlos Bezerra Júnior (PSDB). Ele é o responsável pela fiscalização de cinco parcerias da pasta com a Fundação Comunidade da Graça – as demais estão sob a tutela da Secretaria de Educação. O valor total dos contratos é de R$ 103 milhões – cerca de R$ 27 milhões foram repassados em 2021.

Olhaí os tremendamente evangélicos fazendo o que não devem de novo. O pastor da igreja de seus pais, Bezerra, pode berrar quanto quiser, mas é imoral, conflito de interesses indiscutivel.

O crescimento foi puxado por convênios de creches com duração de cinco anos. São mais de 2 mil crianças, de zero(!!!) a três anos, matriculadas em unidades da fundação, que funciona como um braço social da Igreja Comunidade da Graça.

 (!!!) Cara-pálida, ainda não nasceu uma única criança que tenha “zero” ano. Em português é crianças de até 3 anos, capisce?

Auditores agropecuários pressionam por reajuste

 Ameaça de operação-(*)padrão

…),  sob o risco de imporem uma “operação-(*)padrão” de trabalho a partir dos próximos dias.

(*) Apesar de constar no Houaiss com hífen, não está no Volp, o dono da grafia correta.

 Cidade gaúcha inaugura Cristo maior que o do Rio

As obras de construção da Estátua do Cristo Protetor localizada no município de Encantado, no Vale do Taquari, distante a(!!!) 145 km de Porto Alegre

(!!!) Uau, cara-pálida, esta é nova, explica pro leitor, explica? Distante 145 km ou a 145 km de, capisce?

“Ainda faltam(???) realizar obras de apoio em torno da escultura,

(???) Escriba, ainda falta realizar, caramba.

 “Construir estátua maior é moleza! Quero ver é ter essa vista …”(*) A frase acompanhava uma foto do Cristo Redentor de costas, com A(?) Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar ao fundo.

(*) Cadê o ponto?

(?) Pourquoi?

                                                                  ***************

Copiada do UOL

 Djokovic diz que doença misteriosa está afetando suas atuações em quadra

 Sem vencer nenhum torneio em 2022, e marcado por não querer tomar a vacina contra a covid-19 — que o tirou de competições disputadas na Austrália e nos Estados Unidos, Djokovic demonstrou muito cansaço durante as partidas. O sérvio revelou que teve problemas de saúde recentemente, mas não quis dizer o que aconteceu.

A doença não é misteriosa, é fácil de diagnosticar: babaquice, falta de bom senso, falta de respeito para com o próximo.

                                                                  ***************

Copiada do g1

Daniel Silveira admite que deixou de usar tornozeleira eletrônica

O deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) admitiu nesta terça-feira (26) que estava sem tornozeleira eletrônica. Questionado por jornalistas enquanto circulava pelos corredores do Congresso Nacional, o parlamentar disse que “nem era” para ele ter utilizado o equipamento. “Estou sem ela”, respondeu.

BRUCUTUÉ a convicção que tem de que nada lhe acontecerá, conta com a proteção do chefe da quadrilha para continuar com o desrespeito às leis impunemente.

 O curioso é o apoio que recebe, também, dos militares que circulam pelo Circo do Planalto. Dizem eles que disciplina e ordem são fundamentais…

                                                                  ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

legenda

jefe: Ancelmo Gois

miss Caixa/mistake: Ana Cláudia Guimarães (editora)

errador/mister Crase: Nelson Lima Neto

 Duas Linhas e Meia (26-04-2022)

. Será no Rio, no próximo dia 2 de maio, a reunião da Associação Brasileira dos Sebrae (*) Estaduais Sudeste.

(*) Jefe, veja como está no site: Associação Brasileira dos Sebrae/Estaduais. Reparou agora?

 Tem barra. Então, o certo, coisa rara no blog, é usar Associação Brasileira dos Sebrae/Estaduais Região Sudeste

 Perfil oficial da PRF curte postagem em que Bolsonaro critica desfile de escola de São Paulo

“Que apresentação ruim”, escreveu Bolsonaro ao se referir a(!!!) crítica da escola a sua postura na pandemia

(!!!) Dá-lhe, mister Crase, errou, mas só uma vez, a crase só é obrigatória uma vez, no “a sua” é opcional.

 O país regrediu aos tempos da ditadura, “chame o ladrão, chame o ladrão!”.

 Jardim Botânico do Rio recebe a visita do primo americano do guaxinim

A espécie costuma pesar entre 2 a(XXX) 12 quilos,

(XXX) Pelamordedeus, mistake, entre e ou de a, caramba!

Pesquisador mostra que Lima Barreto já falava, em 1911, sobre ’15 minutos de fama’, frase célebre de Andy Warhol

Lima Barreto (1881-1922), o escritor e jornalista brasileiro, negro, descendentes(???) de escravos,

(???) Lima, um escritor realmente extraordinário, valia por dois, era “descendentes”. Mistake não perde uma chance…

 A anta Jasmim(?), doada em 2020, tem bebê no Parque Estadual dos Três Picos; veja o vídeo

 Ele é o primeiro filhote da anta Jasmin(?),

(…), mostram Jasmin(?) e o bebê, nascido provavelmente no mês de janeiro e cujo sexo ainda não pode(!) ser verificado,

(?) Mistake adora um mistério, qual será o nome certo? Tchantchan … é Jasmim!

Honi soit qui mal y pense…

(!) Mistake, aí vai um dos dois acentos diferenciais que restaram, é pôde. O outro é em pôr, de colocar.

Além das praias, Prefeitura do Rio proíbe uso de caixas de som na Praça São Salvador

 Proibição(!!!) semelhante também afetam(!!!) as praias da cidade,

(!!!) “Os menino pesca os peixe”, né, errador? Barrabás! Aquela cartilha afeta você, escriba?

Quem tiver interesse em realizar apresentações artísticas na praça,(???) terá de requisitar a autorização do município.

(???) Hein?

                                                                  ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter