segue o líder

Segue o Líder. Blog do Mário Marinho

segue o líder

 A rotina do Brasileirão continuou neste fim de semana tranquila, sem grandes solavancos. Pelo menos, a maioria não passou por turbulências.

No sábado, o Palmeiras devolveu ao Ceará a derrota que sofreu logo na abertura do Brasileirão e, de quebra, manteve-se como o único visitante ainda invicto.

Tome abusado esse do português Abel Ferreira que se mantém na liderança em busca do título que é o sonho do Abel: o Brasileiro.

Ainda no sábado, o Corinthians seguiu sua marcha firme, porém contida, de caça ao líder, com a vitória sobre o Botafogo, 1 a 0, na Arena Neo Química, empurrado, mais uma vez, por mais de 40 mil fiéis.

Também no duelo dos técnicos portugueses, o do Timão, Vitor Pereira, vai mostrando que é, sim, possível tirar leite de pedra e permanece colado no líder.

Já o São Paulo perdeu mais uma e contabiliza agora cinco partidas sem vitória.

No jogo contra o Athletico, na Arena da Baixada, o time dirigido por Rogério Ceni voltou a apresentar problemas, principalmente na defesa.

Para complicar, o jovem goleiro Felipe Alves cometeu um pênalti por tentar sair jogando e driblar o adversário.

Ô, Rogério, é preciso dar uma bronca nesse menino, colocá-lo no seu lugar e mostrar para ele que ainda se passarão muitos anos até o dia em que ele será um Rogério Ceni no gol. Se chegar.

A bem da verdade, ele se redimiu do lance ao defender o pênalti.

E o que aconteceu com o Galo na estreia do técnico Cuca? A derrota até que tudo bem, pois se trata de um clássico que poderia ser vencido por qualquer um.

Mas, 3 a 0.

De Belo Horizonte, o jornalista Júlio Baranda manda sua explicação:

“É o seguinte: até o Cuca arrumar esse time deixado pelo Turco vai demorar um pouco. Vimos um segundo tempo mais consistente do Atlético, mas vimos um Inter com muito mais vontade e mais eficiência no primeiro tempo. Tanto que o placar foi todo construído na etapa inicial. Acho que a prioridade atleticana é a Libertadores, e o Cuca vai ter muito trabalho para lapidar esse time para enfrentar o Palmeiras. O estrago que o técnico anterior fez aqui foi muito grande. É isso. Não tem muito mais o que falar. Grande abraço a todos.”

Por essas palavras realistas do Baranda, chega-se à conclusão que o Cuca terá muito trabalho.

Veja os gols do Fantástico:

https://youtu.be/EIoEmPC0ciA

Parabéns,

Meninas!

Brasil conquista Sul-Americano Feminino Sub-20

Foram seis jogos sem perder ou empatar algum; são 20 gols marcados, com o melhor ataque da competição e a defesa menos vasada.

Com essas características, o Brasil se tornou campeão da Copa América de futebol feminino, disputada na Colômbia.

O jogo de ontem foi um pouco mais difícil: vitória por 1 a 0, gol de pênalti convertido pela competente Debinha.

Com a vitória, o Brasil conquistou vaga na Copa do Mundo do ano que vem e também lugar garantido na Olimpíada de Paris, em 2024.

A Neti

Se foi.

Durante os últimos 30 anos, nos acostumamos com a presença da Aurinete França Trigueiro ou, simplesmente, Neti.

Essa paraibana arretada, forte como um touro, comparecia todas as segundas-feiras para colocar a casa em ordem.

Comunicativa, falante, foram poucas as vezes que ela faltou. Tirou férias umas três ou quatro vezes para visitar os parentes em Cabedelo, na Paraíba.

Ontem à noite ela fechou os olhos para nunca mais abrir.

Foi o fim trágico da luta que ela travou no último ano contra uma doença que nunca foi sem por cento identificada pelos diversos médicos por quem ela passou.

Na semana passada, Neti, que morava em Cotia, veio a mais uma consulta no hospital Cruzeiro do Sul, em Osasco.

Na volta, fez questão de passar pela minha casa para nos cumprimentar.

Eu e a Vera descemos e fomos até à rua, onde a Neti estava com o marido João. Ela não pode nem descer do carro porque não tinha forças.

A Neti, 50 anos, que conhecemos, eu e a Vera, há 30 longos anos, vibrante, de voz forte, era um caquinho de gente dentro do carro. A voz forte não passou de um fiapo quase inaudível.

Brinquei com ela:

– Neti, estamos esperando você nesta segunda-feira. Vamos trabalhar!

– É o que eu mais queria, sr. Mário. Respondeu-me ela com seu fiapo de voz.

Ontem, domingo, à noite, a Joyce, filha da Neti de 14 anos, ligou para dizer que ela não viria trabalhar na segunda-feira.

Neti morreu.

Virou saudade.

Deixou o Marido João, o filho Pedro e as filhas Alana e Joyce.

Que Deus ilumine o seu caminho.

Portal de Comunicação do Cariri Oeste-Ceará Ubuntu Notícias: 02 de Fevereiro – Dia de Nossa Senhora das Candeias

_______________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

____________________________________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter