louca maratona

Vai começar a louca maratona. Blog do Mário Marinho

louca maratona

Dos grandes, só o Santos, graças aos seus próprios erros, ficou de fora da reta final do Paulistão. E para quem gosta de considerar o Campeonato Paulista uma competição menor, sem graça, a última rodada dessa primeira fase provocou emoção até o último apito final.

O jogo do Corinthians contra o Novorizontino, por exemplo, foi acompanhado atentamente pelos palmeirenses do começo ao fim e o gol da vitória do Timão, marcado pelo jovem Mandaca (seu primeiro gol como profissional), foi tão comemorado como o golaço marcado por Gabriel Scarpa em Campinas, contra a Ponte.

Estes serão os jogos das quartas-de-final:

Terça-feira (amanhã)
Corinthians x Inter de Limeira – 16h (Globo, SporTV e Premiere)

 Quarta-feira (dia 12)
Mirassol x Guarani – 21h (SporTV e Premiere)

 Sexta-feira (dia 14)
Red Bull Bragantino x Palmeiras – 19h30 (Premiere)
São Paulo x Ferroviária – 21h30 (SporTV e Premiere)

O sistema é o mata-mata. Ou seja: quem perder, está fora.

E não há vantagem para ninguém nessa decisão. Em caso de empate, a decisão vai para a emocionante disputa por pênaltis. Ou como define a Fifa “através de tiros livres diretos cobrados a partir da marca do pênalti”.

O Santos ficou de fora, mas escapou do vexame maior que seria a queda para a Série A2 do Paulistão.

Venceu com facilidade o São Bento, 2 a 0, mandando o time de Sorocaba para a Série A2, onde fará companhia ao São Caetano que, em tempos idos, chegou até a disputar o título da Libertadores.

Vale a pena lembrar a façanha do São Caetano, em 2002.

A final foi contra o Olímpia, do Paraguai.

No primeiro jogo, em Assunção, o São Caetano venceu por 1 a 0, gol de Aílton, e ficou com a faca e o queijo na mão para decidir em São Paulo, no Pacaembu.

Para facilitar mais as coisas, fez 1 a 0, com o mesmo Aílton.

Porém, o Olímpia, mais experiente virou o placar no segundo tempo, 2 a 1.

Como não havia o privilégio do gol marcado fora de casa, a decisão foi para os pênaltis.

E, aí, o Azulou amarelou e perdeu o título para o Olímpia.

As semifinais do Paulistão também serão decididas no sistema de mata-mata e depois virá a grande final e o campeão será conhecido após dois jogos.

Nesse meio tempo, Palmeiras e São Paulo têm jogos pela Libertadores; o Corinthians terá também compromissos pela Sul-Americana.

Ou seja: não haverá refresco para ninguém.

E, como se sabe, o Brasileirão começa no próximo dia 29, quando o São Paulo recebe o Fluminense.

Na rodada de ontem do Paulistão, o Palmeiras foi a Campinas e cumpriu com louvor sua obrigação: venceu a Ponte por 3 a 0 com irritante facilidade, para usar expressão de um antigo professor de matemática, ao desvendar complicadíssimos teoremas que para nós, alunos ginasianos, pareciam insolúveis.

Ele resolvia o teorema e virava-se para a turma: “Não é mesmo de uma irritante facilidade?”

Saudoso professor Manuel Doro.

Na Arena Neo Química, o Corinthians encontrou alguma dificuldade, mas acabou vencendo o Novorizontino por 2 a 1 e, assim, deu decisiva mão à classificação do Palmeiras.

Em Minas,

enfrentaremos o Galo.

O América, tão mineiro quanto eu, despachou o outrora gigante Cruzeiro. Foram duas vitórias em dois jogos. No primeiro, 1 a 0. Ontem foi mais fácil: 3 a 1.

No outro lado, o Atlético venceu o Tombense (da cidade de Tombos) por 3 a 0 no primeiro jogo, e, no sábado, empatou por 1 a 1 garantindo sua classificação.

América e Atlético fazem o primeiro jogo no próximo domingo. A grande final será no dia 23.

 

Neymar fica

no PSG até 2025

Demonstrando total confiança no craque brasileiro, os dirigentes do PSG já renovaram o contrato que venceria no ano que vem e agora vai até 2025.

Uma pena que Neymar não seja sempre, dentro de campo, o craque realmente é.

Na semana passada, o PSG foi eliminado pelo Manchester da Champions.

Tudo bem que o time inglês é realmente muito melhor. Mas esperava-se de Neymar maior brilho.

Neymar não jogou mal. Mas é muito pouco para o jogador mais caro do mundo que custou 222 milhões de Euros, o equivalente a 2,5 bilhões de reais.

Quantia que nós, pobres mortais, só tomamos conhecimento através dos noticiários da corrupção que, mesmo com o governo Bolsonaro e pandemia continua presente na vida do brasileiro.

Por falar em pandemia: use máscara, vacine-se. Você não vai querer fazer parte da triste estatística de meio milhão de mortos, número que, desgraçadamente, atingiremos nos próximos dias.

Ufa!

Vamos terminar com coisas boas. Veja os gols do Fantástico.

____________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_____________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter