Bella, Ciao, Bella Páscoa. Blog do Mário Marinho

BELLA, CIAO, BELLA PÁSCOA

BLOG DO MÁRIO MARINHO

Páscoa quer dizer passagem, ressurreição, resistência, vida.

A Páscoa original, a Páscoa dos Judeus, celebra a passagem do Anjo da Morte, a Décima Praga do Egito, que tirou a vida de todos os primogênitos, humanos e animais.

Só foram poupadas as casas cujas portas foram marcadas com sangue, o sangue de um carneiro sacrificado naquele dia, conforme Moisés comunicou aos judeus a mensagem que recebeu de Deus.

Até o primogênito do faraó egípcio morreu.

Tomado e encolerizado pela dor, o Faraó chamou Moisés e mandou que ele se retirasse do Egito e levasse consigo os hebreus.

Começou então a caminhada rumo à Terra Prometida.

Era a libertação do povo hebreu que durante 430 anos fora escravizado no Egito.

Era o fim de uma resistência e o começo de outra na longa peregrinação pelas terras hostis do deserto.

Libertação, passagem, resistência.

A Páscoa Cristã comemora a ressurreição de Cristo, no terceiro dia, conforme as Escrituras.

Mas se Cristo foi crucificado na sexta-feira e ressuscitou no domingo, não se passaram apenas dois dias?

Não, na época, não se contava o dia por 24 horas, mas com o nascer e o pôr do sol.

Assim, se Cristo morreu na sexta-feira, conta-se um dia; no sábado, será o segundo dia em que ele está morto e, no domingo, o terceiro dia.

Nós, cristãos, celebramos, portanto, a vida.

…Ciao, bella, ciao…

Bella ciao on Behance

Você já dever ter ouvido essa música que é praticamente um hino da resistência italiana contra o nazifascismo.

Não ouviu, então ouça:

Sim, é a música da série “Casa de Papel”.

Mas, é o hino da resistência italiana, como nos explica a blogueira Luiza Pérez, em seu blog “Analisando Letras”.

Leia:

Bella Ciao é uma canção popular italiana que se tornou símbolo de resistência contra o fascismo de Benito Mussolini durante o período da Segunda Guerra Mundial, por volta dos anos finais da década de 40.

A palavra partigiano, que aparece na música, significa partidário e se refere aos membros do movimento de resistência italiana…”

Separamos alguns trechos da música pra você entender melhor agora que já sabe sobre a origem de Bella Ciao. Aproveite para conferir a letra e a tradução completas.

Una mattina, mi son’ svegliato (Uma manhã, eu acordei)

O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao (Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!)

Una mattina mi son’ svegliato (Uma manhã, eu acordei)

E ho trovato l’invasor (E encontrei um invasor)

A música se inicia com essa estrofe se referindo à invasão nazi-fascista no período da Segunda Guerra Mundial e aos homens da resistência tendo que dar adeus às suas amadas para lutar contra a ascensão fascista.

O partigiano, portami via (Oh, membro da Resistência, leve-me embora)

O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao (Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus, adeus!)

O partigiano, portami via (Oh, membro da Resistência, leve-me embora)

Ché mi sento di morir (Porque sinto que vou morrer)

Aqui, os partigianos já são mencionados. Como dito anteriormente, partigiano era o nome em italiano dado para o membro da resistência do país nessa época.

Eles faziam oposição ao fascismo e à ocupação nazista na Alemanha através de um movimento armado que durou até o final da guerra, em 1945, quando as tropas alemãs se renderam e a guerra foi vencida pelos Aliados.

E quest’è il fiore del partigiano (E essa será a flor da Resistência)

Morto per la libertá (Daquele que morreu pela liberdade)

Ao final da música, é possível perceber que os partigianos estavam dispostos a tudo para lutar pela liberdade de seu povo na Itália, mesmo que aquilo lhes custasse a própria vida”.

Legal, não é?

Então, estamos falando aí de resistência.

E o que é nossa Páscoa nesse ano de 2020?

Uma tremenda prova de resistência.

Lutamos contra um inimigo poderoso, o coronavirus19, que veio de longe, chegou matando e não nos dá tempo para criar uma arma eficaz, um antídoto.

O que temos à mão, o que temos de mais eficaz, é a reclusão, é o confinamento.

Isso representa sacrifício.

O sacrifício de hoje é a liberdade tolhida, é o medo provocado pela incerteza, pelo porvir.

Mas, vai passar.

Só não sabemos quando.

E, quando passar, deveremos estar preparados para outra luta: a recuperação.

Poderá ser uma longa caminhada, esperamos que não tão longa como a de Moisés conduzindo o povo hebreu à Terra Prometida.

Na caminhada de Moisés, também houve incertezas e rebeldia.

Mas, ao final, venceu a fé.

E é de fé que precisamos nesse momento.

Fé, resistência, compreensão e esperança para chegarmos à nossa Terra Prometida.

—————————————————————————————–

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

1 thought on “Bella, Ciao, Bella Páscoa. Blog do Mário Marinho

  1. Como a vida é feita de lutas , conquistas , renovação , aqui estamos pra cumprirmos essa missão de ir á luta e renovar , sempre.
    Parabéns por nos apresentar o verdadeiro sentido da Páscoa , como Cristãos .
    Beijos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter