Brasil, país infeliz. Por Maria Helena RR de Sousa

BRASIL, PAÍS INFELIZ

MARIA HELENA RR DE SOUSA

…diante da reação infeliz da CNBB, que foi incapaz de criticar e condenar os pseudo cristãos que se aglomeraram diante do hospital no Recife, onde estava internada a menina de 10 anos grávida de um estupro cometido por seu tio, só posso desejar que a CNBB vá minguar cada vez mais…

Sorte de estar viva após estupro e gravidez infantil… apesar das ...

ARTIGO PUBLICADO ORIGINALMENTE NO BLOG DO NOBLAT VEJA ONLINE, 21 DE AGOSTO DE 2020


“O Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019 aponta que quatro meninas de até 13 anos são estupradas no país a cada hora. Um levantamento feito pela BBC News Brasil, com base no Sistema de Informações Hospitalares do SUS, do Ministério da Saúde, revela que o país registra uma média anual de 26 mil partos de mães com idades entre 10 a 14 anos. Ainda segundo o levantamento, o país registra, ao menos, seis abortos por dia em meninas de 10 a 14 anos, em média. (www.uol.com.br/universa/noticias/bbc/2020/08/20)

Leio essa nota e em seguida leio que o presidente da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – d. Walmor Oliveira,  disse que “interromper a gravidez de uma criança de dez anos, vítima de estupro, “é um crime hediondo”. Outro membro da CNBB, d.Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife, declarou que se grave foi o estupro, gravíssimo foi o aborto!

Pois eu duvido que o Papa Francisco concorde com esses bispos. Duvido. Ele tem lutado muito para preservar a nossa Fé e para que o número de católicos não diminua, ao contrário, que aumente. E vem a CNBB e solta uma opinião estúpida dessas?

Sou católica apostólica romana, fui batizada, fiz primeira comunhão, fui crismada, casei no civil e no religioso e tenho um filho que criei nos ensinamentos da Igreja Católica.

Mas diante da reação infeliz da CNBB, que foi incapaz de criticar e condenar os pseudo cristãos que se aglomeraram diante do hospital no Recife, onde estava internada a menina de 10 anos grávida de um estupro cometido por seu tio, só posso desejar que a CNBB vá minguar cada vez mais…

A Igreja Católica excomungou médicos que realizaram um aborto numa menina de 9 anos engravidada pelo próprio pai há uns dois anos. Por acaso se preocupou em excomungar o médico que invadiu o hospital no Recife para pressionar a menina que lá estava prestes a ver finalizado o seu calvário? Por acaso se preocupou em excomungar e lutar para banir para sempre do convívio com a sociedade essa infeliz e extremamente perigosa Sara Giromini, que vazou o nome e os dados pessoais da triste menina?

Neste Brasil onde o analfabetismo, a ignorância e a desigualdade predominam, onde ficamos sabendo do número bárbaro e vergonhoso de meninas violentadas, haveria outra solução sem ser o aborto? Qual seria a alternativa? Orações pelo fim espontâneo da gravidez? Obrigar a criança a ter uma criança e parar de viver sua vida para viver a vida de uma criança que não desejou, cuja chegada não lhe trará amor, mas só dor e infelicidade?

Se os homens engravidassem quantos estariam na porta do hospital no Recife aos berros e atiçando o povo contra os médicos e as enfermeiras que lá se dedicam a salvar vidas? Como não engravidam, só sabem engravidar as mulheres, se dão ao direito de seguir a grotesca extremista, essa indigna Sara Geromini que de uma coisa se assegurou: foi à Caixa receber o auxílio emergencial de 600 reais.

Fé, Esperança e Caridade são as virtudes teologais do catolicismo. E nessas virtudes se basearam as mulheres que se reuniram em grupo para combater os anões morais que urravam palavras horríveis na porta do hospital no Recife. Elas lembravam que o aborto após estupro tem amparo legal no Brasil, que gravidez forçada é tortura e que gravidez aos dez anos pode significar Morte.

E insistiam: “Pela vida das meninas e das mulheres. Legaliza. É pela vida das mulheres!”.

____________________________

Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa

Professora e tradutora. Vive no Rio de Janeiro. Escreve semanalmente para o Blog do Noblat desde agosto de 2005. Colabora para diversos sites e blogs com seus artigos sobre todos os temas e conhecimentos de Arte, Cultura e História. Ainda por cima é filha do grande Adoniran Barbosa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter