MUTRETA

Mafalda vive. E mutreta para tudo quanto é lado por aqui

 Mafalda De acordo com o que informa o Estadão, em uma reunião na casa do ministro Gilmar Mendes, sempre ele…, na noite de  terça-feira, 29, foi combinado o conluio para a escolha do desembargador Kassio Nunes Marques para ocupar a cadeira de Celso de Mello no STF. Tentando  aproximar-se do STF e da classe política, o coiso pediu ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre,  o que luta no STF pelo direito à reeleição como presidente da Casa, que fizesse os contatos para o encontro. Kassio, que grafia, hein?

Alcolumbre, prestativo,  ligou, então, para Gilmar, o que FHC em entrevista, envergonhado,  fingiu não se lembrar de haver indicado para o cargo de ministro do STF, que prontamente agendou uma reunião em sua casa. O ministro Dias Toffoli, o presidente da Corte até o dia 10 último e de triste memória, também foi convidado para o conchavo. Acompanhado de Kassio, o coiso fez elogios (no comments) ao STF e disse estar confiante na independência e harmonia entre os Poderes.

Antigamente, antes do politicamente correto e das fake news, isso ganhava o nome de mutreta da grossa.

A propósito, o Estadão (1º), lembra em sua página A3, como agiu o ex-ministro Paulo Brossard perto do fim de sua passagem pelo STF: “Pode ocorrer que surjam candidatos, mas é preciso não esquecer que ninguém, por mais eminente que seja, tem direito de postular o cargo, que não se pleiteia, e aquele que o fizer, a ele se descredencia; seu provimento é entregue à integridade, descortino e senso de responsabilidade do Presidente da República, sujeito apenas ao exame do Senado Federal”.

https://opiniao.estadao.com.br/noticias/notas-e-informacoes,a-sucessao-no-supremo,70003458604

O método empregado pelo ministro da Economia, o Imposto Ipiranga, para apresentar suas (péssimas) ideias é o mesmo do garçom brincalhão meu amigo, o “se passa”. Eu não conferia a conta que ele apresentava, confiava nele. Eram tempos em que se pagava tudo com cheque, eu preenchia, ele olhava, rasgava, dava uma gargalhada e dizia “tem se passa, seu Luis” e apresentava a conta certa. Mas, havia muitos garçons desonestos que faziam isso a sério e é o que tenta Paulo Guedes, o “se passa”.

Minha querida e inigualável chefa Marli, a Única, contou-me que um leitor atento levantou uma questão importante, ele quer saber “qual empresa vai fazer os novos cartões para o futuro Renda Cidadã, pois certamente irão substituir o atual cartão Bolsa Família para faturar mais um pouquinho.”.

Como dizia uma personagem da Escolinha do Professor Raimundo,  Simplício Carneiro, “Sabe que você tá com a razão?”.

(CACALO KFOURI)

                                                                ***************

 Quino, requiescat in pace e obrigado por tudo o que nos ensinou.

                                                                 ***************

                                                                ***************

 Aras, aras, vejam só, o procurador-geral da Presidência da República rides again:

 (na Folha) PGR recua e pede ao Supremo que rejeite denúncia contra o líder do centrão na Câmara

 Arthur Lira (PP-AL) é acusado de receber propina de construtora em troca de interferência do partido na Petrobras

A PGR (Procuradoria-Geral da República) pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que rejeite denúncia oferecida pela própria procuradoria contra o deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do centrão na Câmara, bloco de partidos que se aproximou do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

(no Estadão) Aras quer saber se gabinete de Joice criou perfis falsos contra bolsonaristas

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu a abertura de um inquérito para apurar se a deputada federal e candidata a prefeita de São Paulo, Joice Hasselmann (PSL), usou funcionários lotados em seu gabinete na Câmara para criar perfis falsos nas redes sociais a fim de atacar adversários políticos.

Quer descobrir fonte de perfis falsos? Dê um pulinho até uma sala que fica no Palácio do Planalto.

                                                              ***************

Copiadas da Folha

Programa liderado por Michelle Bolsonaro repassa doações a ONGs aliadas de Damares

Um programa beneficente liderado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro, repassou, sem edital de concorrência, dinheiro de doações privadas a instituições missionárias evangélicas aliadas da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Beneficiada com R$ 240 mil, a Associação de Missões Transculturais Brasileiras (AMTB) foi indicada por Damares para receber os recursos, segundo documentos do programa Pátria Voluntária, comandado por Michelle.

A AMTB consta do site da Receita Federal e em sua própria página na internet com o mesmo endereço de registro da ONG Atini, fundada por Damares em 2006 e onde a ministra atuou até 2015. A Folha esteve no local, onde funciona um restaurante desde novembro do ano passado.

É o fim da velha política e da patifaria, sra. Michelle? Ah, e os R$ 89 mil, repassou também?

Impeachment de Witzel será definido em tribunal misto por desembargadores de perfil técnico

Colegiado formado por 5 membros do TJ e 5 deputados estaduais será o responsável por julgar o afastamento definitivo do governador do RJ

Mas o que pesam cinco desembargadores técnicos confrontados a cinco deputados da Alerj?

Em sanção da Lei Sansão, Bolsonaro diz ‘au, au’ para cão homenageado

Em cerimônia com direito à presença de cães no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta terça-feira (29) a ampliação da pena para quem praticar maus-tratos a cães e gatos, e chegou a dizer “au, au” para Sansão, animal que deu nome à lei.

 Hummm, e nem precisou de intérprete…?

                                                               ***************

Copiada d’O Globo

 Bolsonaro: ‘Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022’

O problema é que só faz besteira, se fizesse o certo 2022 estaria garantido sem pensar nele.

                                                                  ***************

Copiadas do UOL

Bolsonaro ataca Biden, cita cobiça sobre Amazônia e diz não aceitar suborno

“A cobiça de alguns países sobre a Amazônia é uma realidade. Contudo, a externação por alguém que disputa o comando de seu país sinaliza claramente abrir mão de uma convivência cordial e profícua. Custo entender, como chefe de Estado que reabriu plenamente a sua diplomacia com os Estados Unidos, depois de décadas de governos hostis, tão desastrosa e gratuita declaração”, escreveu.

Que “governos hostis”??? Obama chamou Lula de “o cara” sem que nunca o ex-presidente lhe tenha lambido as botas. O coiso já está arrumando um inimigo por antecipação com sua finesse habitual.

Também desconhece o histórico da relações Brasil/EUA, a  última vez em que houve “hostilidades” foi no governo Jimmy Carter, quando este criticou a ditadura militar que não existiu, segundo o coiso, por violações de direitos humanos no Brasil. Na época, o Estadão publicou que “Os olhos fechados da diplomacia americana para a tortura na ditadura brasileira começaram a mudar com a eleição do democrata Jimmy Carter, em 1977. Disposto a mudar a relação escusa dos Estados Unidos com os governos militares da América Latina, Carter autorizou a divulgação do primeiro relatório sobre Direitos Humanos no Brasil que falava abertamente da tortura contra presos políticos. 

O relatório incorporava informações repassadas periodicamente pela embaixada no Brasil, mas que até então eram apenas para consumo interno. Entre elas, a de que tortura, punições desumanas, cruéis e degradantes, prisões arbitrárias, invasões de casas e negativa de julgamentos justos eram uma constante no Brasil e continuavam acontecendo mais de 10 anos depois do golpe militar. Da mesma forma, não havia melhora na censura política e a falta de liberdade de expressão.” 

 Aras pede inquérito contra(*) Joice sobre supostos perfis falsos contra bolsonaristas

Pedido de inquérito sobre(*) post de Felipe Neto foi arquivado

(*) Um dia, há esperança, aprenderão que não é contra…

Eleições 2020: A cada cinco candidatos, dois declaram não ter patrimônio

 A parcela de candidatos que não declararam nenhum bem à Justiça Eleitoral aumentou quase 10% nas eleições municipais deste ano em relação ao registrado no último pleito, em 2016. Entre as mais de 549 mil candidaturas cadastradas até a tarde de quarta-feira (30), há aproximadamente 213 mil possíveis prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que afirmaram não ter qualquer patrimônio.

O problema é que muitos deles, se eleitos, passarão a ter ao fim do mandato…

Disputa na Câmara em SP tem Vereador Piriquito, Ganja Coletiva e Abençoado

Anderson o Jovem nasceu em 1973 e é candidato pelo Republicanos. Papai Noel Toninho Gusman (PTB) é conhecido como motociclista e Papai Noel do Bem no bairro da Mooca. Já Berinjela (Avante) viralizou na pandemia de covid-19 com o vídeo sobre aglomeração em um supermercado lotado. Xerife Animal (PSL) deseja promover o equilíbrio da convivência entre homem, animais e meio ambiente.

Também foram registrados Míster Morgan (PV) e Miss Valquiria (PSC), o Festival (PSDB), Vereador Piriquito e Antonio Marcha Lenta (ambos do Solidariedade). Existem aquelas candidaturas que lembram motes publicitários como Salve Jorge (Solidariedade), Paschoal Guardião da Cidade (PSL), Elvis Esse Eu Conheço (PTB) e Buiu Eu Acredito (Podemos).

Com bordão inspirado em Barack Obama, “Yes, we cão!”, Cachorro Caramelo instiga o eleitor a ter a chance de escolher entre “um político corrupto ou um dócil cachorrinho” para representar a população.

O que é mais triste, o candidato ou quem vota em um candidato destes?

                                                                ***************

Copiadas do G1

 Wassef vira réu em ação desdobramento da Lava Jato

Advogado que já havia defendido a família Bolsonaro é alvo de investigação sobre supostos desvios na Fecomércio-RJ; Wassef diz que ‘estão criminalizando a advocacia’. Outras quatro pessoas já tinham sido denunciadas.

Doutor, comete um piccolo sbaglio, não é a advocacia que está sendo criminalizada, são os advogados criminosos que desonram a categoria que estão sendo.

Sem provas, Bolsonaro culpa ONGs por crimes ambientais durante cúpula da ONU

Em discurso gravado e apresentado nesta quarta-feira (30) na cúpula sobre biodiversidade da Organização das Nações Unidas (ONU) o presidente Jair Bolsonaro afirmou, sem mostrar provas, que organizações, em parceria com “algumas ONGs”, comandam “crimes ambientais” no Brasil e também no exterior.

Mas mostrou as  provas que têm de fraude no primeiro turno das eleições presidenciais? Ah, contou por que Queiroz depositou R$ 89 mil na conta de sua mulher? Não??? Que surpresa…

 Justiça determina que os Correios paguem R$ 10 mil de indenização por morte de animal de estimação, em Curitiba

 Cachorra pesava cerca de três quilos. Decisão aponta que animal morreu por causa da lesão causada pelo impactado(*) de uma pedra arremessada pelo carteiro.

A cachorra pesava cerca de três quilos e se chamava Menininha. Ela morreu, como é afirmado na decisão, devido a lesão causada pelo impactado(*) de uma pedra arremessada pelo carteiro.

Se fosse só um impacto ela não teria morrido, cara-pálida?

Nos velhos tempos bastava escrever pedrada, mas a turma atual é muito sofisticada…

Salles rebate Biden, diz ver ‘hipocrisia’ e compara Pantanal com Califórnia

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, rebateu hoje as críticas do candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, à política ambiental do Brasil, afirmando ver uma “hipocrisia internacional” e comparando a situação do Pantanal com a da Califórnia neste ano e a da Amazônia com a da Austrália em 2019. Salles, porém, não apresentou dados que comprovem sua fala.

Pedindo desculpas pelo uso da falta de educação “coisesca”, trata-se de um imbecil de quatro costados, o que acontece na Califórnia – ignório, procure saber qual a origem do nome, são os fornos de cal  na região de Sesimbra em Portugal –, ocorre, assim como na Austrália, combustão espontânea, não são queimadas provocadas por grileiros e fazendeiros que o coiso diz serem índios e ONGs.

                                                                 ***************

Copiada do NaTelinha

Atriz de Pantanal relata bloqueio em última cena na novela: “Começava a chorar”

Para Andrea Richa, a equipe da Globo terá um grande desafio ao refazer uma história que segue viva na memória do público. “Acho que será muito difícil atualizar Pantanal criando a mesma atmosfera.

O Mirando tem mais dúvidas ainda, uma é se ainda existirá Pantanal para servir de cenário e outra é se nos dias terrivelmente hipócritas e evangélicos que o país vive será possível a presença de peladonas em profusão como havia na versão original.

Muda era o apelido de Maria Ruth, que surge na trama com o objetivo de vingar o assassinato de sua família. Planeja a morte de Maria Marruá (Cássia Kiss), mãe da protagonista Juma (Cristiana Oliveira), e finge não poder falar para se fazer de frágil e conseguir guarita(???) na casa das inimigas.

(???) Ela foi ser segurança das inimigas? Afinal, são eles que usam guaritas. Guarida, cara-pálida.

                                                                 ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter