Trump, se vá! Rachadinhas, erradinhas e outras inhas com nosso dinheiro

Hoje (3), os eleitores norte-americanos decidirão se o mundo começará a sair das trevas derrotando Donald Trump ou se irá se aprofundar a escuridão. Trump parece disposto a causar confusão até o fim ao pôr em dúvida a lisura da votação que sente, vai perder.

 Um site norte-americano, Axios, publicou reportagem informando  que o  Trump tem conversado com pessoas próximas sobre seu plano de anunciar publicamente que venceu a eleição para depois contestar nos tribunais a contagem de votos enviados pelo correio.  O irresponsável e sem noção das consequências do que diz e faz pode dar início a uma onda de violência no país, pois muitos de seus apoiadores fazem parte de grupos armados.

 O jornalista Ruy Castro em artigo na Folha de S.Paulo dia desses  lança a hipótese de que as desmoralizações quase diárias do coiso dirigidas a generais que fazem parte de seu circo são vingança dos tempos em que ele [o coiso] era obrigado a seguir ordens de oficiais superiores enquanto esteve na ativa (mas, de acordo  com o que se sabe, não era habitual obedecer). Ele até pode estar em seu papel, os que não estão são os militares de alta (?) patente que se sujeitam humildemente a aceitar os desaforos. O vice-presidente Hamilton Mourão, aparentemente, decidiu acabar com a festa ao esticar a corda e peitou o capitão que não é capitão  –  é um tenente que arregou diante da (in)Justiça Militar, ou aceitava ir para a reserva ou seria expulso do Exército, piou fino e a promoção foi automática – no caso da vacina chinesa, “É lógico que o governo federal vai comprar”.

 O desgovernado Brasil atual tem rimas, é paradoxal, ataca a China e tem superávit comercial como nunca antes com os “inimigos” e um enorme déficit com os EUA, cujo presidente – ao que tudo indica, por pouco tempo – tem no daqui o seu maior lambe-botas – em inglês o termo é mais pesado, brown-nose

 (CACALO KFOURI)

                                                            ***************

Bolsonaro - guaraná

                               O coiso depois de uns goles de guaraná Jesus

                                                             ***************

João Montanaro – Folha de 2-11-2020

                                                           ***************

                                                            ***************

Uma “desomenagem” ao Estadão, jornal que outrora foi modelo de correção na escrita em que pesem todos os problemas no teor, não se pode nunca esquecer de que foi uma dos apoiadores iniciais do golpe militar de 1º de abril de 1964.

 

Que cacófato, cara-pálida! Estética gay… limpou-se depois?

Copiadas da Folha

Lula e Ciro se encontram e ensaiam reaproximação, mas sem tratar da eleição de 2022

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ensaiaram uma reaproximação em encontro ocorrido em setembro, na sede do Instituto Lula, em São Paulo.

Mais difícil que o digitador destas bem traçadas linhas graças ao Word ganhar na Mega Sena (que deve ser Megassena), ambos tem vocação para ser o escorpião da fábula, podem amansar por uns dias, mas logo a natureza deles agirá, ferroando-se.

Líder do governo na Câmara diz que Bolsonaro se aliou ao centrão por ‘bom senso’ para ter maioria

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), diz que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se aliou ao centrão por uma questão de “bom senso” para tentar ter maioria na Casa e governar o país. “Fora o centro, ele teria a esquerda. Não é o caso de ter que ceder [à aliança]. É apenas bom senso.”

Um sem-senso falando em bom senso é o mesmo que um líder do PCC falando em Código Penal. E para quem sabe interpretar o que lê, a frase significa vendeu-se e mais uma vez faz o oposto do prometido em campanha.

                                                             ***************

Copiadas do UOL

 Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro e se defende: ‘Consensual’

Uma mulher de 47 anos acusa de estupro o prefeito de Florianópolis e candidato à reeleição Gean Loureiro (DEM). No boletim de ocorrência, registrado em 9 de outubro deste ano, a mulher relata três situações diferentes, ocorridas entre 2017 a 2019. Em duas delas houve relações sexuais, segundo o relato. No último, a mulher registrou no celular o ato – a reportagem teve acesso a frames do vídeo, mas não a íntegra da gravação.

A reportagem viu parte do vídeo e não consegue descrever o que viu? É a não informação, só faltou usar supostamente viu o suposto vídeo.

Em seguida, Loureiro reconheceu que teve um relacionamento extraconjugal. “É algo que não me orgulho e que assumo todas as consequências. É um assunto doloroso que eu e minha esposa já havíamos tratado dentro das quatro paredes da nossa casa, lugar de onde esse assunto jamais deveria ter saído. Pedi perdão para minha família pela dor que causei. Sei o que fiz e me arrependo, mas também sei o que não fiz”, disse o político

Repeteco de Robinho, “o único erro que cometi foi ter traído minha esposa”?

Ladrão tem bicicleta furtada enquanto roubava empresa em Jundiaí (SP)

 

O bandido usou a bicicleta para pular o muro, que possui(*) cerca com arame, e assaltar uma empresa que presta serviços para lojas femininas. A bicicleta ficou do lado de fora.

(*) Puxa, que muro especial, “possui” posses! Tem, cara-pálida.

Ladrão que rouba ladrão tem – ou possui, segundo o cara-pálida – cem anos de perdão.

Em papo com Tays, a fazendeira comenta intimidade com sertajeno(!!!)

(!!!) Uau, na capa do… UOL, é claro. Existe o que chamam de sertanejo universitário e, a partir de agora, passa a existir o sertajeno primário. Cara-pálida, tu és disléxico? Eu sou um pouco, por isso, releio uma porção de palavras que sei, embaralharei.

Com chapa única, cidade do Paraná terá prefeito do PT e vice do PSL  

 E ainda há quem diga que o Mirando é maldoso quando diz que… bom, deixa pra lá.

 Flávio Bolsonaro cita erro da equipe após pedir reembolso de voo a Noronha

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) divulgou nota afirmando que houve um “engano” de sua equipe ao pedir reembolso ao Senado de passagens aéreas para passar o feriado em Fernando de Noronha.

A mesma tática do sinistro contra o Ambiente, Ricardo Salles, a culpa e de outro. O especialista em rachadinha, agora, recorre à erradinha.

                                                              ***************

Copiada da Coluna Rubens Valente

Viagens oficiais de Flávio Bolsonaro incluíram ateliê, cassino e estádio

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) fez duas viagens oficiais ao exterior pelo Senado desde que iniciou o mandato no ano passado: uma para Las Vegas, paraíso da jogatina, e Miami, nos EUA, e outra para Israel, onde foi acompanhar uma partida de futebol de veteranos.

A viagem que o senador fez em janeiro último aos EUA custou R$ 12,5 mil aos cofres do Senado apenas nas sete diárias pagas ao parlamentar. Ele visitou o ateliê do artista plástico Romero Britto, almoçou com executivos de uma empresa de navios turísticos e de hotéis-cassinos e fez “visitas técnicas” a um hotel-cassino, uma arena de música e entretenimento e um estádio de futebol norte-americano em construção.

O senador demonstra mais uma habilidade a se juntar à rachadinha e à erradinha, a mamatinha. Muito honesto, tal qual o pai, é contra a patifaria…

                                                               ***************

Copiada do ESTADÃO conteúdo

‘O governo vai comprar vacina desenvolvida na China’, diz Mourão a revista

 O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou, em entrevista à revista Veja publicada nesta sexta-feira, 30, que a polêmica em torno da vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan é “briga política” com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Segundo Mourão, “é lógico que o governo federal vai comprar doses do imunizante”. “Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”.

Aguardemos aos próximos capítulos da novela “Encrencas palacianas”, estrelando o maior elenco de canastrões de todos os tempos.

                                                               ***************

Copiadas do Estadão

 Filho de ministro, indicado ao CNJ tem 1 ano de OAB

 O advogado Mário Nunes Maia, de 44 anos, é filho do ministro do STJ Napoleão Nunes Maia. Indicado para o Conselho Nacional de Justiça, com salário de R$ 37 mil, ele precisa ser aprovado pelo Senado.

Indicado para uma vaga de conselheiro no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão de cúpula da administração do Judiciário, o advogado Mário Nunes Maia, de 44 anos, filho do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Napoleão Nunes Maia, se nega a detalhar a pouca experiência que possui no Direito. Segundo documento obtido no site da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Mário Nunes Maia foi aprovado no exame da ordem no ano passado. A obtenção da carteira da OAB é requisito indispensável para a atuação em processos como advogado.

 É sabido que 40% dos parlamentares no Congresso têm problemas com a Justiça, o quê, sem dúvidas, explica o esforço da parte deles de bajular ministros do STF e STJ e esta indicação – assim como a aprovação de Kássio Nunes à Corte Suprema – é prova irrefutável.

Vejamos quem é o ilustre pai do indicado:

Em 2017, o jornal Valor Econômico noticiou que sócios e executivos do Grupo OAS mencionaram, em acordo de delação premiada, o nome de pessoas do Poder Judiciário ligados ao favorecimento ilegal de empreiteiras na justiça, entre elas Napoleão Nunes Maia Filho. Segundo O Estado de S. Paulo, o ministro também teria atuado em favor da empresa JBS, em ação envolvendo Joesley Batista.  Após o vazamento das denúncias, Napoleão Nunes Maia Filho reagiu dizendo apenas esperar que “a ira do profeta” caísse sob aqueles que o julgavam, fazendo com isso gesto simulando uma decapitação.

 Sacudindo o refrigerante

O que mais repercutiu, no entanto, foram seus renovados ataques ao colega Paulo(*) Marinho.

(*) Rogério, cara-pálida, Paulo é um coisista arrependido que ajudará a condenar 01.

No Forte Apache(*)

 Desanimado, mas tentando demonstrar o contrário, Guedes tem definido o governo como um forte apache(*) cercado de índios e flechas,

 A reação de Bolsonaro foi de confronto: “A caneta Bic(*) é minha”.

O Forte Apache(*) precisa de um chacoalhão. Assim como o Posto Ipiranga está perdendo gás, a caneta BIC(*) também pode perder a tinta.

Em forte sem comandante, pode faltar gás no Posto Ipiranga e tinta na caneta Bic(*)

(*) Dando continuidade à debacle da qualidade da escrita, após ter decretado a “abolição do uso de hifens nos devidos lugares e a prática da colocação indevida”, desistiu do que na imprensa tem o nome de padronização, ter coerência na grafia das palavras. Note, leitor, a bagunça, forte apache, Forte Apache, Bic, BIC.

Falta de respeito com o leitor.

 NOVE ANOS EM HOSPITAIS. E UMA VIDA PELA FRENTE

Agora, Vinícius está no quarto, se recuperando, e passará por um processo para a retirada da nutrição parental(???) para que possa aprender a comer e gostar de comida.

(???) Estava sendo alimentado com primos? Tios? Cara-pálida, parenteral, caramba.

                                                               ***************

Copiada do Blog do Valdo Cruz

Bolsonaro precisa dar ‘freio de arrumação’ e acabar com intrigas no governo, avaliam assessores

Caro colega, está sugerindo que ele se suicide? É o único jeito de as intrigas acabarem, é seu o articulador-mor.

                                                               ***************

Copiada da Coluna Chico Alves

General Etchegoyen nega complô contra Dilma e critica Comissão da Verdade

A informação está no livro A Escolha, Como um Presidente Conseguiu Superar Grave Crise e Apresentar uma Agenda Para o Brasil, coletânea de entrevistas de Temer ao professor de filosofia Denis Lerrer Rosenfield. Um dos militares citados, o general Etchegoyen, falou à coluna sobre as acusações de que esses encontros fizeram parte de articulações políticas contra o governo. Na entrevista, confirma a contrariedade que representou para os generais a Comissão Nacional da Verdade, que funcionou entre 2011 e 2014, para investigar violações dos direitos humanos ocorridas durante a Ditadura Militar(???).

(???) Por que escrever em caixa-alta um dos mais terríveis e desprezíveis eventos da história do país, cara-pálida?

 Uma das coisas, se não a principal, que incomodam militares é a verdade, querem acobertar os crimes que cometeram. E, ao analisar como se dobram atualmente a um reservista de araque, dá para pensar que não há militares de verdade, ao menos que honrem a farda de valorosos colegas do passado.

                                                               ***************

Copiada do Blog do Ancelmo

Grupo bolsonarista anticiência organiza marcha contra vacina obrigatória da Covid-19

Um grupo bolsonarista anticiência, chamado Diretório Cariocas Patriotas – salmos 144, está organizando para domingo agora, às 10h, em Copacabana , uma marcha contra a vacinação obrigatória da Covid-19. Meu Deus!

O teor de um dos salmos 144 é “Bendito seja o Senhor, minha força que ensina minhas mãos à guerra e meus dedos para lutar”, muito adequado para “evangélicos coisistas”, tão amantes de relações pacíficas entre as pessoas. Já o  artigo do Código Penal de mesmo número determina que “Se, de referências, alusões ou frases, se infere calúnia, difamação ou injúria, quem se julga ofendido pode pedir explicações em juízo. Aquele que se recusa a dá-las ou, a critério do juiz, não as dá satisfatórias, responde pela ofensa.”.

O Senhor vai recorrer ao artigo por terem usado Seu nome em vão.

                                                               ***************MARCHA ANTIVACINA

1 thought on “Trump, se vá! Rachadinhas, erradinhas e outras inhas com nosso dinheiro

  1. “Viagens oficiais de Flávio Bolsonaro incluíram ateliê, cassino e estádio”.

    Deve ter comprado os três à vista e, comme d’habitude, pago em dinheiro. E amigos dizem que ele anda alentando a ideia de pedir ao Guedes, ou seja, ao Erário, o reembolso dos gastos. Essas coisas custam caro, oras bolas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter