clima quente

STF encara governo, coisos e crias, malucos, militares. Clima quente

 O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, aceitou  o pedido da PGR  e autorizou a Polícia Federal a tocar para frente o inquérito que investiga a omissão (o Mirando se recusa a usar suposta em relação a algo tão evidente) do ministro da Saúde, o general da banda Pazzo, o zuello, na crise sanitária no Amazonas.

Há quem diga que uma mais que eventual condenação pode levar à perda do posto e da patente pelo Superior Tribunal Militar. Do jeito que as coisas funcionam na Justiça Militar, haja vista o exemplo do coiso, é mais provável quê, no caso de condenação, receba a quarta estrela. E se considerarem que no Amazonas há um cenário de guerra, poderá até ganhar duas estrelas e ser promovido a marechal…

 O ex-comandante do Exército Eduardo Villas Bôas de más ideias ironizou por meio do Twitter,  que o coiso deseja taxar, a  crítica do ministro Edson Fachin (STF) feita com três anos de atraso aos militares feita ontem (15). A crítica do ministro foi feita por causa de um livro recém-lançado. Nele, o general conta que outros integrantes das Forças Armadas ajudaram-no a escrever a despropositada nota que tratou da possibilidade de concessão de  habeas corpus para Lula. Não há o que estranhar com a demora, é sempre assim que o STF age, com atraso, três anos até que foi pouco, a grita deveria ter sido no momento da divulgação a fim de mostrar que a Corte não se intimidou com mais uma interferência indevida de militares, cujo lugar adequado é o quartel, onde, segundo a imprensa divulgou,  podem usufruir de comida e bebida da melhor qualidade. Tudo pago com o meu, o seu, o nosso suado dinheirinho (apud Ancelmo Gois).

O coiso genocida demonstrou ao editar decretos facilitando o acesso a armas e munições quê, para ele, é melhor bala na agulha que agulha nos frascos de vacina, em várias cidades do país a vacinação está suspensa por falta do produto.

(na Folha de SP)

 Estabeleceu-se na Folha de S.Paulo, por causa de um artigo de Marcelo Coelho em que chama Monteiro Lobato de “racista delirante”, uma controvérsia que veio a dar razão a ele no que apresentou em um segundo artigo, “É terraplanismo dizer que Lobato não era racista ou que cloroquina funciona”.

Uma pesquisadora especialista em Monteiro Lobato, Ana Lúcia Brandão, sai em defesa do escritor fazendo uso de  argumentos  furados, parciais, de gente que não consegue enxergar os defeitos de quem é admiradora, assim como fazem coisistas, lulistas e afins. Se quem lamenta que não exista algo parecido com a Ku Klux Klan no país, que trata negros como sendo pretalhada inextinguível e sugere a mestiçagem para acabar com eles não é um racista delirante fica difícil definir quem é um racista até o último fio de cabelo. De toda forma, nada disso tira o valor de sua obra infantil.

Não custa lembrar que também era preconceituoso, em seu livro Jeca Tatu reduz o caboclo a um ser indolente, avesso ao trabalho. Arrependeu-se mais tarde ao perceber que a apatia do caboclo se devia às graves doenças que sofria, mas o estrago na imagem dele já estava feita.

Seguem os links das matérias:

“Pode ser chato saber disso, mas Monteiro Lobato era de um racismo delirante”

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/marcelocoelho/2021/01/pode-ser-chato-saber-disso-mas-monteiro-lobato-era-de-um-racismo-delirante.shtml

“’Racismo delirante’ é tratamento grotesco, Monteiro Lobato merece respeito”

https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2021/02/racismo-delirante-e-tratamento-grotesco-monteiro-lobato-merece-respeito.shtml

[Nota do editor: o texto da pesquisadora Ana Brandão foi publicado primeiro no Chumbo Gordo, em 10 de fevereiro. Veja em Racismo delirante é tratamento grotesco: Monteiro Lobato merece respeito. Por Ana Lúcia Brandão]

“É terraplanismo dizer que Lobato não era racista ou que cloroquina funciona”

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/marcelocoelho/2021/02/e-terraplanismo-dizer-que-lobato-nao-era-racista-ou-que-cloroquina-funciona.shtml

(CACALO KFOURI)

                                                                ***************

  Trata-se de um sem, sem-pressa e sem-competência

                                                                 ***************

 Isto é Justiça ou uma enorme inJustiça? Dois anos sem julgamento, o primeiro ocorrerá em junho e será para decidir se irão a júri popular. Decidido isso, vai levar mais um bom tempo para que o júri, seja qual for, aconteça. Condenados, poderão recorrer, cumprimento de pena a perder de vista. Enquanto isso, estão em liberdade.

 Quanto à legenda, em frente à mãe, cara-pálida? Na frente da mãe, caramba.

                                                                 ***************

                                                                ***************

Copiadas da Folha

Oposição defende em público processo de impeachment, mas atua por desgaste de Bolsonaro até 2022

Apesar dos tuitaços, panelaços e carreatas, congressistas da oposição admitem nos bastidores que lhes interessa mais a manutenção de “clima de impeachment” e sangria de Jair Bolsonaro (sem partido) até as portas de 2022 do que a efetivação real de um processo para a saída do presidente do cargo.

Qual das oposições? Do jeito que dão cabeçadas e são incoerentes é capaz de o desgaste ser maior para elas. E mesmo que consigam algum efeito, se cada uma continuar na paranoias de lançar um candidato como tudo indica, o coiso está reeleito.

 Com desgaste de Ernesto, almirante vai a missões diplomáticas e é chamado ’02 do Itamaraty’

  Sem status de ministro, mas considerado o auxiliar mais próximo do presidente, o secretário especial da SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos), almirante Flávio Rocha, viajou recentemente a países com os quais o chanceler perdeu a capacidade de interlocução por causa de posições ideológicas, como China e Argentina.

O perigo é quê, dada a incapacidade demonstrada pelo militares que ocupam cargos no governo, as relações diplomáticas comandadas por um almirante naufraguem de vez.

                                                                ***************

Copiada da BBC NEWS

Lava Jato apoiou eleição de Jair Bolsonaro e agiu para perturbar o país, diz Gilmar Mendes    

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, disse ontem, em entrevista à BBC News Brasil, que a Operação Lava Jato “apoiou a eleição de Jair Bolsonaro”, “tentou interferir” no resultado eleitoral e “agiu para perturbar o país” durante a gestão de Michel Temer.

O boquirroto ministro merece a recomendação do então rei da Espanha, Juan Carlos, ao caudilho venezuelano Hugo Chávez: “¿Por qué no te callas?”. Quem está perturbando o país, e faz tempo, ele vê no espelho ao barbear-se.

                                                                 ***************

Copiada da BandNews

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles testa positivo para covid-19

Mais um… coiso, Mourão, Pazzo, o zuello, Onyx Lorenzoni, Milton Ribeiro, Marcos Pontes, o astronauta sem brios, viu que a Terra é redonda e aceitou cargo em governo de negacionistas, André Mendonça… é a boiada passando.

                                                                 ***************

Copiada do UOL

Deputado do PSL é preso após divulgar vídeo com ataques a ministros do STF

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), expediu hoje uma ordem de prisão por flagrante delito contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que mais cedo divulgou um vídeo com ataques a ministros da Corte — em especial, Edson Fachin, Gilmar Mendes e o próprio Moraes.

Este não vai poder, daqui a três anos, escrever um livro vangloriando-se de haver feito o que não deveria, pagou na hora.

                                                                ***************

Copiada da Coluna JAMIL CHADE

Brasil não acompanha tendência mundial de queda de mortes pela covid-19

 Enquanto o número global de novas mortes pela covid-19 sofreu uma queda importante na última semana, as taxas referentes ao Brasil não acompanham a evolução global. De acordo com o levantamento semanal da OMS sobre a pandemia publicado nesta terça-feira, foram 81 mil mortes na semana no mundo, 10% a menos que nos sete dias anteriores.

 Já no Brasil, os índices não perdem força. Na semana que terminou no dia 14 de fevereiro, o país viu um leve aumento de 1% no número de novas mortes, num total de 7,4 mil vítimas fatais(!!!).

(!!!) Et tu Chade (?) Barrabás, fatal é o que mata, cara-pálida, não é quem morre.

Enquanto isto, o coiso decreta acesso mais fácil a armas e munições e zurra que o general da banda Pazzo, o zuello “é um tremendo de um gestor”.

                                                               ***************

Copiada do Estadão

 Onda de frio mata 20, deixa milhões sem luz e atrapalha vacinação nos EUA

Estados do centro e sul do país, não habituados a baixas temperaturas, registram as menores marcas em mais de um século; mau tempo impede chegada de imunizante contra covid-19 a algumas regiões e provoca fechamento de locais de aplicação

Já pensaram o que aconteceria, então, se houvesse mesmo “mudança climática” quê, entre outros, coiso e Coisão negam que exista?

                                                              ***************

 

 neve

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter