SEM RUMO

Futebol sem rumo. Blog do Mário Marinho

FUTEBOL SEM RUMO

BLOG DO MÁRIO MARINHO

SEM RUMO

Se a sua vida está bagunçada, a ponto de, de repente, você nem saber que dia é hoje, saiba que isso é uma situação absolutamente normal nestes tempos anormais de pandemia.

Nosso futebol que, nos últimos anos, vem apresentando até certa organização, com tabelas sendo decididas meses antes da competição e, o que é mais impressionante, sendo cumpridas, se encontra agora sob enorme ponto de interrogação.

Nos estados, algumas competições foram interrompidas, outras permitidas pontualmente, mas, a longo e médio prazo ninguém sabe o que vai acontecer.

A poderosa e rica Federação Paulista de Futebol acaba de suspender os jogos do fim de semana, depois de ouvir não de diversos estados. Até a mais do que rica, milionária,  Confederação Brasileira,  tentou ajudar, mas não conseguiu.

A Federação Paulista conseguiu realizar o jogo São Bento x Palmeiras, que estava marcado para São Paulo, depois transferido para Belo Horizonte, na cidade de Volta Redonda, Rio de Janeiro.

Pela Copa do Brasil, competição da CBF, o jogo Corinthians x Retrô, time da cidade de Camaragibe, no Pernambuco, que estava marcado para Volta Redonda, está confirmado, até o momento, para Saquarema, também no interior do Rio de Janeiro.

Em São Paulo, o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro de Bastos, confirmou a suspensão da rodada do Paulistão deste fim de semana.

Quanto ao futuro, a situação continua confusa.

Ao que tudo indica, amanhã, sexta-feira, o Governador João Dória irá comunicar a prorrogação do atual estado Emergencial.

Se for prorrogado, o futebol continuará sendo proibido no Estado.

 

BOM SENSO E o

Brasileirão 2021?

A Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, realizou reunião virtual com o seu Conselho Técnico e anunciou a primeira rodada do Brasileirão, além de uma novidade que pode até ser boa para o futebol.

A partir desse ano, os times que disputarão do Brasileirão só poderão trocar de técnico uma vez durante a competição.

Funcionará assim: ao mandar para a CBF a relação de jogadores a serem inscritos, os Clubes registrarão também sua Comissão Técnica.

Poderá haver demissão do técnico apenas uma vez na temporada.

Se, por acaso, o clube decidir demitir o novo técnico contratado, terá que lançar mão de alguém de sua Comissão Técnica e que esteja registrado há, pelo menos, seis meses.

A medida visa coibir a excessiva troca de técnicos durante a competição, como historicamente, acontece.

Se o técnico pedir demissão, ele também só poderá ser empregado em outro clube por uma vez.

Parece ser uma boa medida, mas é preciso ver o que a prática dirá.

Na terça-feira passada, a CBF se reuniu, também virtualmente, com os times da Séria A do Brasileirão.

Alguns presidentes tentaram dialogar pedindo que fosse prevista a suspensão do Brasileirão, conforme a situação da pandemia.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, aparentemente uma pessoa educada e de bom senso, não gostou e disse em alto e bom som:

– Eu sou o Presidente da CBF e sou eu que mando no futebol.

Fez-se um silêncio e ele acrescentou:

– Se o futebol parar, vocês estão fodidos!

Não é o linguajar que se espera de um presidente de uma organização como a CBF, respeitada no mundo inteiro.

Mas, pensando bem, num País onde o presidente da República manda a Imprensa à “puta que o pariu”, não é para se estranhar.

Palmeiras 1,

São Bento 1.

Pelo Paulistão, Palmeiras e São Bento jogaram na noite de ontem, quarta-feira, em Volta Redonda.

O Palmeiras testando novos jogadores e o São Bento procurando vitória reabilitadora.

Foi um jogo razoavelmente bom de se assistir.

O São Bento fez 1 a 0, ainda no primeiro tempo.

A jogada começou numa falta cometida pelo seu excelente goleiro Weverton que acabou expulso. Na sequência, veio o gol.

O empate veio ainda no primeiro tempo, num pênalti cobrado pelo zagueiro Gustavo Gomez.

No segundo tempo, mesmo jogando com 10, o Palmeiras dominou mas ficou no empate, 1 a 1.

Veja os melhores lances:

https://youtu.be/K2mgYzFlAfI

____________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_____________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter