FPF PROTOCOLO

FPF aperta o protocolo. Blog do Mário Marinho

FPF APERTA O PROTOCOLO

BLOG DO MÁRIO MARINHO

FPF PROTOCOLO

 

A Federação Paulista de Futebol, através de seu Presidente, junto com seu Conselho Médico e presidentes dos Clube e de representantes dos jogadores, técnicos e árbitros, se reuniu novamente nesta segunda-feira, 29,  para discutir um novo protocolo e tentar liberar seus jogos.

O novo protocolo (veja a íntegra logo abaixo) prevê uma série de medidas e até testagens diárias.

Esse novo protocolo será apresentado ao Ministério Público ainda nesta segunda-feira.

Mas, apesar do protocolo ser muito rigoroso, as perspectivas para a FPF não são as mais alvissareiras.

Segundo o médico infectologista Marcos Boulos que faz parte do Centro de Contingência do Governo do Estado de São Paulo, o grande problema do futebol não está nos estádios, mas fora deles.

– É grande a aglomeração em bares para assistir aos jogos. A proibição do futebol não está relacionada à prática do esporte ou jogadores, mas está atrelada ao entorno.

Já um dirigente ouvido agora à tarde pelo Blog, que prefere o anonimato, diz que o Ministério Público está pegando o futebol como uma espécie de bode expiatório.

– É para servir de exemplo. E é uma pena que assim seja, pois as pessoas envolvidas num jogo de futebol, ainda mais agora com o protocolo mais rígido, estão cercadas de cuidados que jamais terão em sua vida normal.

Conheça o novo protocolo médico da FPF:

  • Para se manter o conceito de segurança no futebol, no atual momento, deverá haver um “endurecimento” do protocolo anterior, com as seguintes providências de conduta que, sob o ponto de vista médico, devem ser tomadas como necessidades mínimas para continuidade do Campeonato Paulista durante a Fase Emergencial:
  • Manter os atletas em “Ambiente Controlado” (“Bolha like”), entendido como local onde os riscos são monitorados e minimizados.
  • Reforçar e seguir rigorosamente todos os itens do protocolo já definidos na edição anterior;
  • Todos que tiverem que entrar na concentração deverão ser testados nas 24 horas antecedentes;
  • Os atletas, comissão técnica, assim como todos os que estiverem na concentração, devem ser submetidos regularmente aos testes de RT-PCR antes e depois de cada partida, com intervalo máximo de 3 dias entre os testes;
  • Na eventualidade de se ter um teste RT-PCR positivo, além do atleta ser imediatamente afastado; deverá ser orientado o rastreamento de contato, conforme o relato do atleta, para identificar outras possíveis contaminações;
  • Os colaboradores que se deslocarem para suas casas (estafe dos clubes) deverão ser testados diariamente com RT-PCR;
  • Diariamente, todos os colaboradores deverão ter a aferição da temperatura e serem submetidos ao questionário epidemiológico, que será controlado pelo Departamento Médico do clube;
  • Reforçar as orientações do protocolo anterior, para evitar acúmulo de pessoas em determinados ambientes fechados como, Fisioterapia, Academia, Restaurante, Laboratório, vestiários…
  • Reduzir o número de colaboradores e concentrar os que puderem permanecer;
  • Na cozinha, deverá haver fiscalização rigorosa com monitoramento e reforço constante do treinamento dos colaboradores, de acordo com as normas da Associação de Bares e Restaurantes;
  • Em relação à limpeza, a equipe deverá ser treinada e orientada para higienização reforçada, além de manter cheios os reservatórios em locais estratégicos com álcool gel.;
  • Toda e qualquer entrega de embalagem externa deverá ser higienizada com o álcool 70o antes de entrar na concentração;
  • O médico do clube mandante deverá informar ao Comitê Médico da FPF sobre a existência de vagas hospitalares e disponibilidade de leitos de UTI em hospital da cidade, para eventual caso de emergência médica durante a partida. No caso de jogos em outras cidades, o Departamento de Competições da FPF comunicará o Comitê Médico da FPF.

Veja os gols do fim de semana:

____________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_____________________________

1 thought on “FPF aperta o protocolo. Blog do Mário Marinho

  1. Anotação de um idiota: eu achava que os bares de SP não podiam ficar abertos! Pelo jeito, não só podem, como também podem receber lotes de torcedores…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter