CPI acaba. Sucesso ou fracasso, só o tempo dirá

Sucesso ou fracassoDia 20 de outubro de 2021, um dia que entrará para a História, foi o último da CPI da Pandemia. Se entrará como sucesso ou fracasso só o tempo dirá, mas infelizmente, todos os indicativos apontam para o fracasso. Por quê? Porque o relatório, com mais de 1.100 páginas será enviado ao procurador-geral do coiso, Aras, aras, vejam só, que nesta encarnação não acabará de ler o cartapácio, alegará não ter tempo, pois é muito atarefado acobertando seu chefe. E, se por milagre, conseguir ler, não enxergará nenhum crime dos nomeados no relatório. Mas, admita-se que, por milagre maior ainda, ele aceite os indiciamentos, a decisão final será de quem? De quem? Do outro servo do coiso, o presidente da Câmara, Arthur Lira, que terá de comprar um container – ou pedir emprestado o do PGc, pois não o usou se pôs o relatorio para andar – para acomodá-lo com os mais de 100 pedidos de impeachment que já engavetou.

Ao saber da notícia a respeito do relatório, um dos cafajestes  da zeralhada gargalhou dizendo que estava imitando o responsável-mor pelo desastre por que passa o país,  todos eles 00s à esquerda, da matriz às filiais – o Brasil é um país tão sui generis que até 0 à esquerda é nazifascitas.

https://www.youtube.com/results?search_query=flavio+bolsonaro+gargalha+cpi

Porém, este mirandeiro lamenta dizer que, no caso, é negacionista, será mais uma pizza no forno. Na torcida para estar errado, nunca houve tanta.

De qualquer forma, aos finalmentes. Foram indiciados todos os 00s, os partícipes e alguns ex do governo com envolvimento no trato da pandemia, empresas e empresários que agiram criminosamente, a caterva toda, é só consultar o Google e o leitor saberá o nome de todos eles. O “Mirando” reserva-se o direito de não usar suspeitos.

Os crimes cometidos são os que seguem:

1 – Crime de epidemia com resultado de morte: o Código Penal (CP)  prevê pena de prisão para quem causar ou propagar pandemia. Pode ser com ou sem intenção (diferentemente do que está na Lei de Permissividade Administrativa, outrora de Responsabilidade.

2 – Crime de infração a medidas sanitárias preventivas: o CP atribui para quem infringir determinação do Poder Público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

3 – Crime de emprego irregular de verba pública: de funcionário ou agente público que emprega recursos públicos de forma irregular, diferentemente do previsto originalmente.

4 – Crime de incitação ao crime: comete quem incentiva publicamente a prática de qualquer crime previsto em lei

5 – Crime de falsificação de documentos particulares: o CP estipula penas de prisão para quem falsifica parcial ou totalmente um documento público ou particular. Não se exige, pela lei, que a falsificação tenha algum objetivo específico.

 6 – Crime de charlatanismo: o CP pune quem divulga, propaga, ou anuncia a cura de uma doença de um modo não autorizado pela ciência, como um meio secreto ou infalível, por exemplo.

7 – Crime de prevaricação: comete quem retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa em lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal. Refere-se ao caso de um funcionário público que não faz algo que deveria fazer porque busca algum objetivo, ou atrasa a tarefa.

8 – Crime contra a humanidade:  os crimes contra a Humanidade são os previstos no Estatuto de Roma, uma convenção internacional que descreve esses crimes como ataques generalizados e sistemáticos contra a população civil –entre eles estão homicídio, extermínio, escravidão, deportação ou transferência forçada de uma população, tortura e agressão sexual. O Brasil é signatário da criação do Tribunal Penal Internacional (TPI), e autoriza que o tribunal julgue alguém que tenha cometido um crime contra a Humanidade no território nacional. Os crimes são imprescritíveis.

9 – Crime de responsabilidade: previstos na Constituição e também em lei específica, são alvo de julgamento político, por parte do Congresso. Alguns crimes de responsabilidade que podem ser atribuídos a um presidente da República são atentar contra a Constituição, a existência da União, o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos Poderes constitucionais dos estados, o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais, a segurança interna do país e a probidade na administração. Também são crimes de responsabilidade de um presidente o desrespeito ao Orçamento e à guarda do dinheiro público e o descumprimento ou incitação ao descumprimento de decisões judiciais.

(CACALO KFOURI)

***************

Epa opa, uma “cofirma” nas Ilhas Virgens, o paraíso fiscal onde já guarda uma cordilheira de grana para evadir-se dos impostos que pretende aumentar aqui?

***************

Copiadas do Estadão

Trump tenta manter sob sigilo documentos sobre ataque ao Capitólio

O ex-presidente dos EUA Donald Trump entrou com uma ação para bloquear a divulgação de documentos da Casa Branca relacionados ao ataque de 6 de janeiro ao Capitólio – que ele foi acusado de estimular –, segundo registros judiciais divulgados anteontem.

O ex-presidente invocou o direito executivo de manter certas informações sob sigilo, para evitar que ex-assessores forneçam provas ao Congresso, em uma escalada dos esforços do magnata republicano para bloquear o trabalho dos investigadores da casa.

 Tradução: não quer que divulguem as provas dos crimes que cometeu. Ele tem seguidor na pátria armada.

Empresas e treinadores vão pagar por uso esportivo

Gerido pela iniciativa privada desde o segundo semestre de 2020, o Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, vai passar a ter cobrança de tarifa das empresas e treinadores que o utilizam para atividades esportivas, como corrida e ioga. A tarifa está nos planos da Urbia Parques, concessionária da área. O modelo e o valor da cobrança não estão definidos, mas a perspectiva é de que isso aconteça até fevereiro do ano que vem.

É uma boa discussão, estas empresas, sem licitação, privatizaram o espaço público, cobram de seus clientes o uso do Parque Ibirapuera – é uma dúvida sem fim se tem o “de”, nos documentos oficiais consta com e sem.

Distribuidoras terão de importar combustíveis

Com o barril do petróleo a mais de US$ 80 (cerca de R$ 447), a Petrobras deixou para as distribuidoras a incumbência de complementar com importação o volume adicional à produção nacional necessário para suprir a demanda interna de combustíveis. Sem a ajuda estatal, as empresas terão de, por conta própria, comprar produtos em outros países, afirmaram executivos do segmento de distribuição em condição de anonimato.

O custo excedente com importação será repassado para o consumidor que, no fim das contas, deve pagar mais caro pelos combustíveis nas bombas, ainda que a Petrobras não reajuste seus preços nas refinarias. A alta foi estimada em 17% pela Associação das Distribuidoras de Combustíveis (Brasilcom).

E, de novo, um tema para um Shakespeare moderno, “Privatizar ou não privatizar, eis a questão.”. A empresa, antes pública, foi criada em 1950 sob o lema “O petróleo é nosso” e até hoje não conseguiu fazer com que o país seja autossuficiente. Foi transformada em empresa de capital aberto, o que resultou na obrigação de dar satisfação a acionistas, o que implica dar lucro. Seus funcionários são regiamente pagos, ganham muito mais que os colegas do serviço público e são estáveis da mesma forma. A empresa já esteve envolvida em dezenas de escândalos, negociatas do acionista majoritário, o governo federal, com empresas particulares. Por que não privatizá-la de vez já que age como empresa privada, transferindo todos os custos – mais o custo do lucro – para a população em vez de fornecer os produtos com valores meramente suficientes para cobrir os gastos com a operação?

DIRETO DA FONTE

Sem filtro

A deputada Carla Morando entrou, na segunda-feira, com representação no Conselho de Ética da Assembleia paulista contra Frederico D’avila.

Em Plenário, sexta-feira, o deputado proferiu palavras de baixo calão contra Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida e até o Papa Francisco.

Sem filtro 2

O parlamentar acabou pedindo desculpas por meio de nota pública. Justificou seu comportamento explicando que no “dia 12 de outubro, por pouco, fui vítima de homicídio por assaltante em frente a minha esposa e filhos”. No dia seguinte, escreveu, ocorreu a invasão da Aprosoja de Brasília pelo MST, a qual é muito ligado. E no dia 16, a gota d’água: membro da CNBB convocou o MST, no twitter, para um “Fora Bolsonaro”.

Pedindo excusas pelo uso do velho ditado, “O que o fiofó tem a ver com as calças se tem uma cueca separando os dois?”. Coisiforme, covarde como todos, até suas justificativas para se eximir de culpa são ridículas. É o mesmo que alguém que foi enquadrado pela Receita Federal por sonegação de impostos alegar que fez isso porque pisaram no pé dele no metrô.

***************

Copiada da Folha

Em derrota de Lira, Câmara rejeita texto de PEC para mudar órgão do Ministério Público

Em uma rara derrota do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), o plenário da Casa rejeitou na noite desta quarta-feira (20) a PEC (proposta de emenda à Constituição) que, entre outros pontos, amplia a influência do Congresso no CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público).

O texto do relator Paulo Magalhães (PSD-BA) foi rejeitado pela falta de 11 votos. Foram 297 a favor e 182 contra —para passar, porém, uma PEC precisava do apoio mínimo de 308 deputados (60% de um total de 513).

Não, cara-pálida, a derrota não foi só dele, foram derrotados o PT representado por Paulo Teixeira e mais 180 colegas dele de vários partidos, todos querendo se proteger contra ações por malfeitos que, sabem, cometeram.

***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Cufa faz grande ação nacional para homenagear o Dia da Favela

“A favela tem uma enorme contribuição para a existência e o desenvolvimento desse(!) país. Foi o território que mais sofreu na pandemia, mas  seus moradores  foram  para (*) rua fazer os serviços que contribuíram para o asfalto permanecer em home office, evitando um caos maior”,

(!)(*) Em vista da erração generalizada dos componentes do blog não dá pra saber quem errou, se o declarante ou o escrevente. É deste país, é foram para a rua.

O dia 4 de novembro foi escolhido porque foi a primeira vez que a expressão favela apareceu em um documento oficial. Foi neste(!!!) dia, em 1900,

(!!!) Aqui é evidente o autor. Cara-pálida, se foi em 1990 é nesse!

Lojas físicas estimam crescimento modesto na Black Friday

(,,,), o número exato é de 97% – pretende participar da Black Friday (é o cassete!)(!!!) na última semana de novembro.

(!!!) Cassete é o cacete, cara-pálida, cassete é uma caixa, o de dar em lombo é cacete.

 Arthur Virgílio terá de apagar postagens contra Omar Aziz o acusando de ter ‘cometido crimes’

O ex-prefeito de Manaus acusou o senador de ser(?)sua vida “permeada pelo cometimento de crimes”.

(?) Cara-pálida, de ter sua vida ou sua vida ser, a ordem dos fatores altera o produto na escrita.

Toffoli nega liminar contra decreto que liberou ingresso temporário de militares dos EUA no Brasil

O PSOL alegou na ação que o decreto não informou “o quantitativo e (A) natureza dos veículos, dos equipamentos bélicos, de comunicação, de guerra eletrônica, de reconhecimento e de vigilância” vindo(VINDOS) com a comitiva norte-americana.

Barrabás…

Clara Choveaux fala sobre sua personagem em ‘Verdades secretas’

Clara Choveaux, atriz franco-brasileira que já concorreu à Palma de Ouro (Cannes) como melhor atriz, posa para a coluna antes de estrear em “Verdades Secretas II”

Cara-pálida, posa para a coluna por que se na legenda da fotos o crédito é Divulgação? “Clara Choveaux fala sobre sua personagem em ‘Verdades secretas’ | Divulgação”

(…). como é o caso da relação de cumplicidade que mantém com Ariel, um (dos do os da)(!!!) Radar,

(!!!) Que lindo, mais um pouco pega no tranco…

Justiça condena corretor pelo assassinato de idosa em Copacabana

A Justiça do Rio condenou a 38 anos de prisão o corretor de imóveis Uiliam de Jesus Pereira, que matou a facadas da(???) idosa Oaci Sena de Almeida,

(???) Se as facadas foram da idosa não foi ele quem matou… Cara-pálida, se escrevesse na ordem direta haveria mais chance de acertar, o que, no seu caso, é chance mesmo, não é certeza: matou a idosa a facadas.

(…), a denúncia apontou um comportamento sádico do criminoso que, após o crime, desceu para fazer um lanche na rua e depois voltou para furtar(!) objetos da vítima.

(!) Furtar, não, roubar, houve violência, escriba, não deu pra notar?

‘Ela está off’, diz Witzel sobre a possibilidade de sua mulher ser candidata nas eleições de 2022

 Sabe o movimento para que a mulher de Wilson Witzel, Helena, seja candidata algo(???) cargo de deputada – estadual ou federal – em 2022? (…), agradeceu “aos amigos e (ÀS) amigas” que “lembraram” o(DO) nome de Helena, (…): “Ela está OFF”(???)

(???) Tem a mulher objeto e a mulher algo segundo o cara-pálida…

(???) Não é o cacete?

Terminado o sacrifício da leitura vem aquela sensação chamada de vergonha alheia…

***************

CÚPULA -VERGONHA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter