acorda são paulo

Acorda, São Paulo! Blog do Mário Marinho

acorda são paulo

 

Acorda, São Paulo!

A bem da verdade, esse alerta deveria ter sido dado aos 20 segundos do jogo deste domingo, contra o Flamengo, em pleno Morumbi.

Isso porque três segundos depois, aos 23, o Mengão já fazia 1 a 0.

E, aproveitando que estava todo mundo dormindo, três minutos depois, o excelente Bruno Henrique fazia 2 a 0.

Se desgraça pouca é bobagem, eis que aos 10 minutos o argentino Calleri é expulso de campo após violenta entrada no zagueiro David Luis.

Como vive afirmando o presidente da nossa República, nada está tão ruim que não possa piorar (aliás, ele vive provando isso no dia a dia), assim aos 41 ainda do primeiro tempo Michael fazia 3 a 0.

E ainda teria mais um para fechar os 4 a 0.

Mas o primeiro tempo poderia ter terminado já com goleada histórica, não fosse o fato de os jogadores do Flamengo terem tirado o pé do acelerador, obedecendo à orientação do artilheiro Gabigol: “Calma, gente. Vamos tocar, vamos tocar, nós estamos ganhando.”

A reação que se viu do São Paulo foi do lateral Reinaldo que partiu pra cima do abusado Michael que “matou” uma bola de calcanhar.

Reinaldo ficou ofendido, achou que era falta de respeito e partiu pra cima do jogador do Mengão.

Será que não seria o caso de ele ficar ofendido pelo futebol que apresentavam ele e seus companheiros?

Com a derrota, o São Paulo fica em 15º na classificação, com 38 pontos ganhos, a apenas 2 pontos do Juventude, o primeiro na Zona de Rebaixamento, com 36 pontos.

Isso significa que, se na próxima rodada o Tricolor perder e o Juventude vencer, os dois trocam de posição.

É dramática a situação do São Paulo.

Normalmente, os presidentes de Clubes evitam frequentar os vestiários, principalmente para fazer cobranças.

Mas é chegada a hora.

O presidente Júlio Casares precisa ir ao vestiário. É hora de sacudir, de fazer entender que uma jogada de calcanhar não quer dizer nada para um time que está fortemente ameaçado de cair para a Série B.

É assim que se deve mexer com os brios dos jogadores.

E o caminho que tem pela frente, não é nada fácil.

O próximo jogo é contra o Palmeiras que ontem perdeu para o Fluminense.

Muito embora após essa derrota, o Verdão, certamente, irá se focar na final da Libertadores, no próximo dia 27, trata-se de um clássico e não dará refresco ao São Paulo.

Depois do Palmeiras vem o Atlético PR que está em 11º lugar e quer ficar na zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Pedreira.

Na sequência, pega dois times já quase rebaixados: Sport e Grêmio.

São dois desesperados.

E, como se diz lá em Minas, quem está se afogando abraça até jacaré para tentar salvar.

Não tem moleza.

Enquanto isso, o meu América ajudou a empurrar o Grêmio para o rebaixamento com a vitória de 3 a 1, no Independência – nossa casa.

Veja os gols.

https://youtu.be/Y8D_2TQp4is


___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)
____________________________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter