Neymar

Neymar, quem diria…Blog do Mário Marinho

Neymar

Craque e, sem dúvida, o melhor jogador de futebol brasileiro, Neymar está de saída do PSG, o campeão francês, que o contratou há cinco anos por inacreditáveis 1 bilhão de reais.

De saída, mas sem deixar portas abertas ou deixar corações partidos por tristeza.

O Paris Saint Germain, na verdade, não quer mais o brasileiro de 25 anos de idade, sempre candidato a ser o melhor do ano na Fifa, mas, ao que parece, cada vez mais longe do troféu que já foi de Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Kaká e Romário.

Neymar chegou ao PSG em 2017. Chegou com pompa e grana dignas das maiores estrelas.

O presidente e proprietário do Paris Saint-Germain, o bilionário catariano Nasser Al-Khelaifi, que bancou a negociação com o jogador brasileiro tinha como objetivo principal vencer a Champion League.

Nestes cinco anos, Neymar foi campeão francês em quatro oportunidades. Mas, o sucesso local é fichinha para o miliardário do Catar.

Além de não chegar ao título, Neymar não tem sido um exemplo.

Suas contusões e problemas extra campo impediram o brasileiro de participar de quase metade dos jogos da temporada passada.

Além disso, os franceses torcedores do PSG não gostam de Neymar. Esses torcedores acham que o trio que deveria assombrar o mundo com seu futebol, formado por Mbappé, Messi e Neymar só não alcançou sucesso por culpa única e exclusiva do brasileiro.

Na verdade, os franceses estão por aqui com tanta festa, tanto dinheiro, tanta badalação e necas de futebol.

Neymar, por sua vez, diz que quer continuar no campeão francês até o final de seu contrato, no ano que vem.

Claro, Neymar não é bobo de dizer que quer sair.

Essa bobagem ele já fez há alguns anos, dois ou três, quando manifestou publicamente o desejo de voltar ao Barcelona.

Um problema se alevanta: quem vai pagar a grana que Neymar recebe, cerca de 4 milhões de euros (quase 24 milhões de reais) por mês. Messi, muitas vezes melhor do mundo, ganha um pouco menos: por volta de 20 milhões por mês. São valores pagos pelo clube. E ainda tem os ganhos de publicidade que não são poucos.

Nesse leilão, a única mão a se levantar, por enquanto, e bem discretamente, é a mão do Milan que acha que Neymar pode fazer o caminho de Ronaldo e Kaká e se tornar um vencedor na Itália.

É muita grana envolvida. Briga de cachorro grande.

Gabriel

Jesus no Arsenal

Depois de cinco anos no Manchester City de Pepe Guardiola, o atacante Gabriel de Jesus será anunciado na próxima semana como a mais nova e milionária contratação do também inglês Arsenal.

O ex-jogador do Palmeiras de 25 anos, não está satisfeito com sua situação no Manchester, onde não é titular absoluto. As negociações vêm se arrastando nos últimos dois meses.

Outros clubes, como Chelsea, Tottenham e Real Madri chegaram a mostrar interesse.

Mas foi o Arsenal que ganhou esta corrida.

Primeiro, porque é um time de Londres; segundo, por que o gerente do clube é Edu Gaspar, que já desempenhou essa função na Seleção Brasileira e Gabriel tem ótimo relacionamento com ele.

Gabriel vai receber de salário cerca de 45 milhões de libras ou algo em torno de 280 milhões de reais por temporada.

Recordes

do Verdão

Recebo do amigo Francisco Busico, ex-diretor Financeiro do Palmeiras, atual presidente da AAFC (Associação dos Aposentados da Fundação Cesp) uma correspondência com recordes alcançados pelo Palmeiras desde a sua vitória, ontem, quarta-feira, sobre o Cerro Portenho, em Assunção, Paraguai.

Vamos lá:

– 8 vitórias consecutivas na Libertadores;

– 19 jogos sem derrotas na Libertadores como visitante;

– Melhor Campanha na história da Libertadores na fase de Grupos, com 100% de aproveitamento (25 gols a favor e só 3 contra);

– Mais títulos: 3 (aqui, Busico, é bom lembrar que o Santos e o Grêmio também têm três títulos cada.)

– Mais jogos: 217.

– Mais vitórias: 124.

– Mais gols: 420.

Recebi também mensagem que compara Pelé com Roni:

Pelé: 16 gols, 2 títulos

Roni: 16 gols, 2 títulos.

Finaliza a mensagem: A maior coincidência é que os gois gênios (?!?!!?) usam a camisa 10.

O autor das comparações deixou de lado uma também muito importante: Rony e Pelé têm o mesmo número de letras: 4.

Durma-se com um barulho desses…

_________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

____________________________________________________________________________

1 thought on “Neymar, quem diria…Blog do Mário Marinho

  1. MMarinho . Tivemos e temos excelentes jogadores de futebol. Bons exemplos de esportistas. Também outros que se destacaram ( vj o tempo do verbo) mas que ficaram devendo modelo de dedicação e exemplos para serem seguidos. Neymar é um mal exemplo. Passou o seu tempo . Sua idade de 30 anos é outra dificuldade em futura negociação .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter