Se Melhorar…Coluna Mário Marinho

Se Melhorar…

COLUNA MÁRIO MARINHO

Se melhorar, melhora.

Assim como tudo o que está ruim pode piorar, o que está bom pode melhorar.

A vitória sobre o Equador, 3 a 0, lá em Quito, foi simplesmente espetacular por vários e vários motivos.

Vencemos o grande fantasma da altitude que sempre nos assombra.

Vencemos um adversário que não vencíamos em sua casa há décadas.

Vencemos jogando bem, o que não acontecia com a Seleção Brasileira há tempos.

Vencemos na estreia de um novo técnico, com um novo e quase esquecido conceito: aplicar o velho e bom futebol brasileiro.

Cá com meus botões eu conversava o seguinte: é jogo de estreia contra um adversário que é vice-líder na classificação das eliminatórias. Tite está fazendo sua estreia e jogará para não perder. Assim, respondiam os meus botões, é sair de Quito com um empate e vencer a Colômbia no jogo da próxima terça-feira em Manaus.

Ou seja: ganhar quatro dos seis pontos em disputa.

O primeiro tempo me deixou apreensivo. Os dois laterais, Daniel Alves e Marcelo, sendo batidos, Casemiro e Paulinho apenas discretos, Neymar apagado, enfim, motivos para preocupação.

No segundo tempo, a história foi escrita com tintas e ilustrações diferentes. Os laterais tiveram mais ajuda, o meio campo se entrosou e melhorou ainda mais com a entrada de Philippe Coutinho no lugar de William. Ficou mais produtivo.

Daí, Neymar começou a jogar como na Olimpíada. Gabriel Jesus, que fora, ao lado de Renato Augusto, o melhor jogador do primeiro tempo, cresceu ainda mais.

Foram várias as chances criadas até que surgiu a jogada de Gabriel Jesus, criada por Neymar, e o pênalti que não deixou dúvidas. Com o 1 a 0, na cobrança de Neymar, a Seleção ficou mais leve, mais solta.

E era exatamente isso que há muito tempo não se via no Brasil: um time leve, solto, criativo, liberto das amarras grotescas do carrancudo Dunga.

Tite, mais político que modesto, tratou de elogiar técnicos que passaram pelo Palmeiras e trabalharam com Gabriel Jesus. Dividiu as glórias. Tá certo ele.

Veja os melhores momentos.

Subimos
na classificação

Ao começar a sétima rodada das eliminatórias para a Copa da Rússia, o Brasil era o 7º colocado. Com o resultado de ontem, subiu para o 5º lugar, ainda fora da zona de classificação.

Vão se classificar diretamente os quatro primeiros colocados. O 5º ainda terá direito à repescagem. Com sete jogos disputados, a classificação dos cinco primeiros está assim:

1 – Argentina, 14 pontos
2 – Uruguai, 13
3 – Colômbia, 13
4 – Equador, 13
5 – Brasil, 12.

Uruguai, Colômbia e Equador se igualam nos pontos e no número de vitórias; desempate se dá no saldo de gols.

A volta
do que não foi

messiO craque Messi, que havia se despedido da Seleção Argentina após a derrota na Copa América, voltou de onde nunca saiu e marcou o gol da vitória, 1 a 0, sobre o Uruguai.

Noite
de El Tigre

 

Friedenreich "El Tigre"

Friedenreich, “El Tigre”

Estive na noite de ontem no Paulistano, fino e tradicional Clube encravado no coração do elegante Jardins, em São Paulo, para assistir ao lançamento do documentário “1925, o ano em que nos tornamos reis” que narra a excursão vitoriosa do Paulistano em gramados europeus.

time PaulistanoFoi a primeira vez que recebemos o tratamento de reis do futebol.

Inéditas imagens em movimento de Friedenreich (El Tigre) e Araken Patuska, além de outros heróis daquela epopeia.

Um trabalho espetacular de jornalismo e marketing voltados à preservação da memória do Club Athletico Paulistano e do futebol brasileiro.

Na próxima coluna trarei mais detalhes.

__________________________________________

FOTO SOFIA MARINHO

Mario Marinho É jornalista. Especializado em jornalismo esportivo foi durante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, nas rádios 9 de Julho, Atual e Capital. Foi duas vezes presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo). Também é escritor. Tem publicados Velórios Inusitados e O Padre e a Partilha, além de participação em livros do setor esportivo

A COLUNA MÁRIO MARINHO É PUBLICADA TODAS AS SEGUNDAS E QUINTAS AQUI NO CHUMBO GORDO.

(E SEMPRE QUE TIVER NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR. )

1 thought on “Se Melhorar…Coluna Mário Marinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter