racismo

O racismo que o Brasil acha que pode esconder. Mas mata, e fere a todos

racismo

Na quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra, um ser humano negro foi espancado até a morte em uma loja do grupo Carrefour em Porto Alegre (RS). Foi violenta e covardemente agredido por seguranças, um deles policial militar temporário – contratado pela Brigada Militar por tempo determinado. Não importa que a vítima tenha sido rebelde, o episódio é mais uma demonstração de racismo e de despreparo daqueles que cuidam de segurança, não sabem fazer contenção, imobilização sem o uso de violência, deve ser obrigatório que façam curso de judô, no mínimo até a obtenção da faixa azul. Atualmente, a única característica exigida é que o candidato a segurança seja um ferrabrás.  Houve um massacre:

Outro detalhe que precisa ser cuidado é o fato de que boa parte das empresas de segurança pertence a policiais – civis, militares, federais –  que usam testas de ferro para esconder que eles são os donos.

A lei gaúcha que criou a possibilidade de contratação temporária de policiais militares foi declarada inconstitucional pelo STF. Mas, como diria o coiso, “e daí?”. Quem fiscaliza o que é proibido neste país? Ninguém! É a terra do vale-tudo, é o país em que tem de haver aviso de onde está o radar que mede a velocidade nas estradas, assim os motoristas desaceleram nesses pontos e, depois, calcam o pé, é o país em que a maioria pensa que é muito azar ser pego fazendo coisa errada e, quando acontece de ser multado, o responsável anula a punição como fez o amiguinho de Ricardo Salles, o superintendente do Ibama na Bahia, Rodrigo Alves, ao cancelar a multa da construção irregular de um resort no litoral baiano.

Este foi mais um dos muitos incidentes violentos acontecidos em uma instalação do Carrefour, empresa que sempre vem com a mesma ladainha – “Não admitimos este tipo de procedimento, estamos cooperando com as autoridades etc. etc. etc.” e nada muda.

No Dia da Consciência Negra o coiso boquejou a respeito e ignorou o crime cometido em Porto Alegre na data anterior, só faltou o famoso “E daí?”. A ministra Damares, que (des)cuida da área de Direitos Humanos, também se manifestou, mas muito ocupada que está com quem deve vestir azul ou rosa, se esqueceu de citar que a vítima do crime é negra, é uma cor que  não importa.

Houve protestos por quase todo o país, mas quebra-quebra leva ao quê? Violência contra violência justifica violência do outro lado, é burrice. Remember Mahatma Gandhi.

De acordo com o que informa a Folha de S.Paulo (20), lastreada em relatório da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados, o governo do coiso enxugou as verbas de, ao menos, nove políticas ou órgãos de combate ao racismo.  

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/11/governo-bolsonaro-desidratou-ao-menos-9-politicas-ou-instancias-de-combate-ao-racismo-diz-relatorio.shtml

Não é que é? Na Folha de S.Paulo (21), pág. A10, “Boulos representa a restauração do lulismo”. Também é um inconsequente, não liga lé com cré. Bruno Covas rima com ele, é incompetente e indecente, procura apoio até de coisiformes.

 https://www1.folha.uol.com.br/colunas/demetriomagnoli/2020/11/boulos-representa-a-restauracao-do-lulismo.shtml

A mais rica cidade do país está condenada, vença quem vencer.

O Estadão, na edição de domingo (22), informa que mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, comprados pelo Ministério da Saúde para diagnóstico do novo coronavírus, podem ser descartados antes de chegar à rede pública. Perderão a validade entre dezembro e janeiro e estão  estocados em um galpão em Guarulhos.

A quantidade é maior do que os 5 milhões de exames feitos até o momento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O governo federal alega que sua responsabilidade se resume a comprar os exames e  os estados e municípios é que  devem solicitar o material. Estes dizem que receberam kits incompletos e apontam falta de capacidade para processar as amostras. A quantidade que será descartada até janeiro custou R$ 290 milhões. Trata-se de mais um desperdício de dinheiro público e mais um jogo do empurra.

 (CACALO KFOURI)

***************

********

Epa, opa!!!

***************

A recepção foi adequada para um governo que afunda dia após dia:

***************

***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 Império Serrano escolhe, hoje, seu samba em homenagem (?) Besouro Mangangá

(?) Será nova moda? Existe uma regra boba que manda não usar artigos em títulos, mas vetaram as preposições também? “A” Besouro Mangangá, cara-pálida.

 Fórum do grupo LIde(*), fundado por João Dória(*), vai reunir 150 pessoas, em plena pandemia

(*) Que gente mais cuidadosa… Lide, cara-pálida, Doria, cara-pálida.

Fundado e ainda pertencente a ele, ou alguém acredita na balela de que se afastou? Rapazinho sincero no que diz como governador, né mermo?

Veja o que diz Ayres (*) Britto sobre racismo

Do ministro aposentado Ayres de(?) Britto: — Coisas inacumuláveis: ser racista e permanecer humano.

(*) O ministro aposentado que o país conhece é Ayres Britto, o outro ninguém sabe quem é.

‘A era do capitalismo de vigilância’, o livro que conta como as empresas de tecnogl(*)

(*) Uau, que muderno! Milagrosamente, foi corrigido, um cara-pálida mudou para tecnologia.

***************

Copiadas do UOL

 Porto Seguro autoriza festas de Ano(*)Novo em meio à pandemia da covid-19

(*) Está na capa, a turma de lá não tem jeito mesmo, erra, erra, erra e continua a insistir no erro, parece que não tem editor digno da função por aquelas bandas. É Ano-Novo, cara-pálida. Se tivesse repetido o título da Folha não teria errado: “Porto Seguro autoriza festas de Réveillon em meio à pandemia da Covid-19”

Quem vai a Porto Seguro é a classe alta, a que trouxe o vírus para o país e quê, com sua irresponsabilidade, está prolongando a primeira onda, não se trata, ainda, da segunda. Melhor mudar o nome do município para Porto Inseguro.

Covas recebe apoio de evangélicos por manter igrejas abertas na pandemia

Em busca da reeleição para a Prefeitura de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) dedicou o domingo a compromissos em igrejas evangélicas. Ele esteve no altar da Assembleia de Deus e da Igreja Mundial do Poder de Deus e, em ambas ouviu agradecimentos por ter mantido os templos abertos durante a pandemia.

Não são sérios, né mermo,  o candidato  errou e os outros o apoiam por haver errado. Junção da fome com a vontade de comer, este foi um dos poucos comércios que continuaram a funcionar sem restrições.

Globo: Apresentadora é suspensa por foto com Joice Hasselmann e abre crise

 No último fim de semana, a apresentadora do Sportv(*) Janaína Xavier postou uma foto com a então candidata do PSL à Prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann, e acabou suspensa de suas atividades.

(*) Cara-pálida, você é apreciador de notícias de TV, deve, ao menos, ficar atento ao que vê, dê uma boa olhada na tela, é SporTV.

***************

Copiadas da Folha

 Delegada diz que morte de Beto Freitas no Carrefour não foi racismo

A delegada responsável pela investigação do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos que foi espancado até a morte por seguranças de um Carrefour em Porto Alegre na noite da última quinta (19), afirmou à Folha que não se trata de racismo.

Foi somente mais uma coincidência, né mermo, delegada? Não é racismo só negros serem abordados, espancados e mortos por seguranças em lojas, shoppings e supermercados. O vice Hamilton Mourão concorda com a sra., declarou que não há racismo no país: “Digo com toda a tranquilidade: não existe racismo no Brasil. É uma coisa que querem importar, mas aqui não existe.”.

 EUA barram ofensiva do Brasil de tentar via G20 avanço na OMC

Nas conversas sobre a declaração final que deve ser divulgada após a cúpula virtual do grupo das 20 maiores economias do mundo, a delegação brasileira tentou emplacar um texto que defendia mudanças e avanços nos três pilares do funcionamento da OMC: negociações, mecanismo de solução de controvérsias e sistema de monitoramento.

Mas os americanos se opuseram à redação e o texto final do G20. Com isso, a expectativa é que o texto endosse apenas princípios gerais do comércio internacional, sem comprometimentos específicos ou menção à estrutura da entidade.

Mas o coiso continua ajoelhadinho diante de seu ídolo. Deve ser masoquista, só leva porrada e continua gostando. Mas o Putin disse que ele é machão…

 ***************

 Copiada da Coluna JAMIL CHADE

Bolsonaro deixa participantes do G-20 “em choque” ao falar de racismo

Ao discursar na abertura da reunião virtual, o presidente fez uma alusão à morte de João Alberto Silveira Freitas. Mas não como muitos esperavam. “O Brasil tem uma cultura diversa, única entre as nações. Somos um povo miscigenado”, afirmou Bolsonaro. “Foi a essência desse povo que conquistou a simpatia do mundo. Contudo, há quem queira destruí-la, e colocar em seu lugar o conflito, o ressentimento, o ódio e a divisão entre raças, sempre mascarados de ‘luta por igualdade’ ou ‘justiça social’. Tudo em busca de poder”.

Será muita maldade da parte do Mirando afirmar que ele faz jus ao epíteto de boçalnato? E sem nenhum vislumbre de que deixará de ser, a não ser  quando for boçalnecro?

 ***************

Copiadas do Estadão

6,3 mil mulheres tiveram um ou zero(???) voto nas eleições

(???) Brasileiros e brasileiras, gregos e troianos, expliquem ao ignorante digitador do Mirando como é possível ter zero voto? Meus Tico e Teco curto-circuitaram, o cheiro de queimado ficou insuportável, vizinhos chamaram os bombeiros. Barrabás, o Estadão chegou ao fundo do poço que Eduardo Martins, o ex-cuidador da escrita do jornal, temia, ele me disse que a inhorância tinha atingido tal nível que temia pelo futuro. Que milagre, mulheres tiveram zero voto em vez de não tiveram nenhum voto… Cara-pálida, acorda pra cuspir e perceba que é impossível ter nada. Se fizer um esforçozinho é capaz de perceber que “6,3 mil mulheres não tiveram voto ou só um nas eleições” – cabe direitinho.

DIRETO DA FONTE

Correção: Marisa Orth, Matheus Solano e Christiane Torloni gravaram vídeo contra festa de Ano(*)Novo em Santo André por causa da covid19. Mas não possuem casa lá.

(*) Correção 2, o retorno, é AnoNovo, cara-pálida, consulte um dicionário e descobrirá, não dói, garanto.

 Governo planeja nova estrada no meio da Amazônia

 No momento em que o mundo volta as atenções para a proteção da Amazônia, o governo Jair Bolsonaro decidiu levar adiante projeto para abrir uma nova estrada no coração da floresta. O traçado passaria por cima de uma área de proteção integral, o Parque Nacional da Serra do Divisor, na fronteira com o Peru – hoje, dono da maior biodiversidade de toda a região.

Delenda Hylaia, é o lema deste governo.

 O desejo dos parlamentares acreanos(*) de prolongarem a BR-364 até a fronteira com o Brasil e o Peru, (…).

(*) Acrianos, cara-pálida, informe-se e descobrirá.

 Medvedev bate Thiem e conquista o ATP Finals

 O russo Daniil Medvedev conquistou ontem o título do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, ao vencer de virada o austríaco Dominic Thiem, por 2 sets a 1, parciais de [6/4, 7/6 (7/2) e 6/4](???)

(???) Cara-pálida, o resultado que você informa é 3 a 0 em um jogo que não foi melhor de 5 sets, pra ter sido virada em melhor de 3 sets foi 4/6, 7/6 (7/2) e 6/4..

***************

Copiada do Notícias da TV

Sem repórter grávida, Globo testa apresentadoras para vaga de Vanique 

Ué, a Vanique está grávida e a Globo está procurando uma para substituí-la? É o que você escreveu, cara-pálida. Mas, se tivesse escrito que “Substituta de Vanique engravidou e Globo testa apresentadoras para vaga” não haveria dúvidas sobre o que a emissora pretende.

***************

Copiada da Coluna Roberto Gentile

Máquina de passar roupa é essencial à religião, diz Igreja para fugir de imposto

Com o objetivo de evitar a cobrança de imposto, a associação das Testemunhas de Jeová disse à Justiça que uma máquina de passar roupa, importada da Europa, é um “bem essencial” para a sua finalidade religiosa.

Seriam mais fiéis à realidade se tivessem dito que era pra lavar dinheiro.

 ***************julho 2010 – Marli Gonçalves

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter