Coisão causa mortes e vergonha. Coisinho causa mortes e vergonha

 O Coisão, modelo de comportamento do coiso, conseguiu um fato inédito na História dos Estados Unidos, uma tentativa de golpe de Estado no dizer de um companheiro de partido, o deputado republicano Adam Kinzinger. Mike Pompeo, secretário de Estado, aliado do Coisão, também repudiou as manifestações convocadas por seu chefe.

Desprovidos de moral e inteligência da mesma laia do derrotado nas eleições presidenciais, a boçalidade deles está estampada nas caras,  invadiram o Congresso, muitos portando a bandeira confederada, o símbolo máximo do racismo. O vice-presidente Mike Pence, que presidia a sessão por ser o presidente do Senado – recusou-se, honradamente,  a fazer parte do circo trumpiano e melar a vitória de Joe Biden no Colégio Eleitoral – teve de ser retirado do Capitólio por medida de segurança.

Do lado de fora, os criminosos atacaram a imprensa e não foi só com palavras – o coiso deve ter adorado –, quebraram equipamentos do pessoal das TVs que cobriam a selvageria.

O Coisão, sujo como ele só, vai sair do governo mais sujo do que entrou, desceu abaixo do nível do ditador venezuelano Nicolás Maduro. Causa estranheza que não tenha sido montado um esquema de segurança que impedisse a invasão, pois era uma possibilidade mais que prevista. Que a mão pesada da lei caia mais pesada ainda sobre os invasores e seu incentivador.

Os brasileiros devem ficar alertas para que o episódio não se repita aqui em 2022, pois se há uma coisa que o coiso sabe fazer é o que não deve ser feito. O abjeto ser, também sem prova alguma como seu ídolo, insiste na tese de que houve fraude na eleição de Biden.

 Este é um dos invasores:

Chefiado por isto:

Houve mortes no ataque à Democracia, quatro ou cinco dependendo da fonte, a policial  confirma quatro. O Twitter suspendeu a conta do Coisão por incitamento à violência.

Durante a madrugada, o Congresso confirmou a vitória de Biden com apoio de muitos republicanos que não são imbecis como o Coisão e seus apoiadores no partido.

A Geórgia elegeu dois senadores democratas, um deles negro, pela primeira vez na História, o que dará maioria ao partido no Senado. Em fato raro, pois é praticamente uma regra que democratas e republicanos não tenham maioria nas duas Casas ao mesmo tempo, desta vez o Partido Democrata comandará o Congresso e se houver necessidade de voto de Minerva este será de Kamala Harris, a vice-presidente de Biden e presidente do Senado.

O digitador do Mirando é cético em relação a milagres, pensa que dificilmente o país tem saída da situação em que se encontra e, tristemente admite, com a cumplicidade da população. Para defender a tese, há que ficar em poucos exemplos, caso contrário esta edição teria mais que as 600 e poucas páginas do livro da jornalista Malu Gaspar, “A Organização”, em que conta as ações corruptoras da Odebrecht em 12 países da América Latina e África ao longo de vários períodos presidenciais. Lula é um dos mais citados até a parte já lida.

O livro faz lembrar que Márcio Thomaz Bastos, ministro da Justiça de Lula, foi advogado da Odebrecht e da Camargo Corrêa e isto não causou incômodo algum ao grupo de advogados autodenominados de Prerrogativas.

Foram eleitos nas recentes eleições municipais o ex-deputado do PP José Otávio Germano, réu na Lava Jato e parceiro de Arthur Lira em malfeitos. É o novo prefeito de Cachoeira do Sul (RS); José Auricchio Junior, impedido de tomar posse em São Caetano do Sul (SP) por estar incurso na Lei da Ficha Limpa. No Rio de Janeiro, no município de Duque de Caxias, em área dominada pelo Comando Vermelho, foi eleita vereadora  Fernanda Costa, filha de Fernando Beira-Mar. Sem esquecer que Fernando Collor de Mello, Jader Barbalho e Renan Calheiros são senadores.

 O exposto acima é prova irrefutável de que o eleitor não tem a menor preocupação com o currículo de seu candidato e, sendo assim, é impossível, a não ser por meio de improvável milagre, que o país saia do buraco em que se encontra deitado, parece, eternamente.

A Folha de S.Paulo (5), pág A2, defende em editorial uma posição lógica, “Vacina de onde vier”. Não é hora de filigranas, há que encarar a realidade, a vacinação está nas mãos de incompetentes em todos os níveis governamentais, virou disputa política entre dois semelhantes, coiso e Doria, não se pode bloquear nenhuma iniciativa.

https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2021/01/vacina-de-onde-vier.shtml

(CACALO KFOURI)

                                                                 ***************

                                                                 ***************

                                                                 ***************

 Copiada do UOL

 Após adiar compra, Bolsonaro diz que só adquire seringa com “preço normal”

Após adiar compra, Bolsonaro diz que só adquire seringa com “preço normal” Arquivo – Bolsonaro disse que o Ministério da Saúde suspendeu a compra de seringas “até que os preços voltem à normalidade”.

É um bocó de carteirinha e com firma reconhecida, o “liberal” que desconhece, entre outras, a principal das leis de mercado, a da oferta e procura. Quando os preços das seringas voltarem ao preço normal não serão mais necessárias por aqui, boa parte dos brasileiros terá morrido por falta de vacina. Para completar a paspalhice não notou ainda que o peso do país no contexto internacional equivale ao de uma pluma, não usei pena para não dar confusão com o que lá fora sentem pelos brasileiros. É um genocida e Rodrigo Maia, o quase ex-presidente da Câmara,  continua sentado em cima de dezenas de pedidos de impeachment da abjeta figura.

O general da banda da Saúde não se manifestou, com sua parca percepção não notou que a falta de seringas e agulhas prejudicará a lida com outros tipos de doenças.

O episódio também mostra a falta de caráter de Paulo Guedes, que de Posto Ipiranga mudou para um daqueles que vendem gasolina adulterada, alguém que se diz economista competente e que tenha vergonha na cara não pode fazer parte deste (des)governo.

                                                                  ***************

Copiada do G1

Justiça solta homem que agrediu ex-mulher na rua minutos depois de ser denunciado por ameaça

 O homem que foi preso em flagrante por agredir a ex-companheira no centro de Mineiros de Tietê (SP) minutos depois de ser denunciado por ameaça passou por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (6) e teve o alvará de soltura expedido pela Justiça.

Segundo a Polícia Civil, ele vai ser investigado em liberdade por violência doméstica. Ainda conforme a polícia, foi deferida uma medida protetiva de urgência para que o homem mantenha distância de pelo menos 200 metros da vítima.

juristasA decisão é quase que um alvará para que assassine a mulher na próxima agressão, quem vai fiscalizar o cumprimento da medida restritiva? A polícia? Faz-me rir.

Enquanto as coisas forem assim nada terá fim, o cara bate na mulher, presta depoimento e é solto; outro atropela, mata, foge, presta depoimento e é solto e já aconteceu de a mesma pessoa repetir o feito. A verdade é que Justiça assim é inócua.

                                                                     ***************

 Copiada da Coluna RUBENS VALENTE

Governo quer criar órgão nuclear e especialistas temem mais domínio militar

O governo Bolsonaro prepara a criação de um novo organismo no setor nuclear, a ANSN (Autoridade Nacional de Segurança Nuclear), que ficaria responsável por atividades de fiscalização e controle hoje desempenhadas pela CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear).

O governo “desquebrou” de anteontem para hoje? Pelo jeito, só não há verba para ações necessárias.

                                                                     ***************

Copiada da Folha

Governador mantém tradição e indica mais votado para chefiar MP-RJ sob(!!!) pressão do caso Flávio Bolsonaro

(!!!) Que título infeliz, cara-pálida! Quer dizer que 01 quis que fosse eleito quem, provavelmente, vai encarcerá-lo? Apesar da pressão, cara-pálida.

O futuro procurador-geral de Justiça foi o mais votado na eleição interna da categoria. Castro manteve, assim, a tradição de optar pelo vencedor da disputa entre os membros do Ministério Público do Rio de Janeiro. Mattos assumirá o cargo no próximo dia 15.

                                                                     ***************

1 thought on “Coisão causa mortes e vergonha. Coisinho causa mortes e vergonha

  1. Taí uma coisa que nunca entendi: o respeito público atribuído a Guedes. Desde o início do governo desse verme que está aí, quanta gente não disse: ‘capitão é um boçal, mas Guedes sabe o que faz’, ‘capitão não presta, mas a economia está em boas mãos’, e por aí vai. Quanto encômio mal gasto! Será que alguém realmente acha que nossa política de aniquilação da vida, aí inclusos a obstinada devastação do meio ambiente e o contínuo descaso com a vida e a saúde humanas, ocorreu a despeito – ou à revelia – de Guedes? Ele, o Número 1 do governo, nunca esteve de acordo? Really?! Será que tem gente tão ingênua a ponto de crer que o ultraliberalismo desse sujeito, encomendado por macroindustriais, exportadores, mineradoras, empreiteiras, super grileiros de terras públicas, and so on, não projeta a miséria e a desvalorização do trabalho ou a inacreditável exploração de tudo que possa ser convertido em lucro? Direitos humanos, trabalhistas, ética pública, espírito republicano, controle da inflação que corrói salários… oras, às favas com esses estorvos! Guedes é a encomenda de uma elite macroempresarial que quer realizar seus lucros a despeito do país. O capitão foi apenas o cavalo de Troia que o pariu.

    E Lula da Silva, a praga que ainda vai se oferecer para mais uma vez salvar o povo. A gente merece… Votar errado é um hábito que nunca se abandona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter