Com o coiso, vamos ficando para trás, vendidos na feira dos políticos

 Dias atrás, o coiso, todo orgulhoso – e mentiroso – declarou que o Brasil era o sexto colocado no ranking mundial de vacinação. Mas, segundo informações  da Universidade de Oxford e da ONG Global Change Data Lab, em pesquisa que considera o número de vacinados comparado à população, é o 34º, atrás da Argentina, país quê, segundo ele iria para o buraco com a eleição de Alberto Fernández.

 Um leitor da Folha de S.Paulo (28), ao discordar do artigo publicado no dia 27, “Fora, Bolsonaro, para quê?” – cujo link o Mirando publicou anteontem – faz uso de um raciocínio pra lá de estranho. Alega que Hamilton Mourão obedece a uma inusitada hierarquia, mas que suas opiniões são mais inteligentes e geralmente são opostas às do capitão. Vamos por partes: sendo general, conhece bem as entranhas do Exército, sabe de todos os detalhes da vida pregressa daquele que aceitou servir como vice, é cúmplice, não tem escapatória.Hierarquia? Se isso valesse, o general da banda Pazzo, o zuello, não teria declarado que “Um manda e o outro obedece”. São todos farinha do mesmo saco. Haja saco!

Alguns gastos do governo: R$ 1,5 bilhão para alimentação, incluídos itens como leite condensado, chicletes, bacon e vinho; R$ 3 bilhões para compra de parlamentares, incluídos Centrão e MDB, os “Pês” T, DT e SOL não precisaram ser comprados, vão ajudar a eleger Arthur Lira e Rodrigo Pacheco voluntariamente, de graça.

 O verbo adequar era considerado defectivo, não se o conjugava em várias pessoas de alguns tempos, hoje a conjugação é completa. Porém, o que se ouve em uma chamada de um programa na rádio Cultura FM (SP) é um erro que seria grave em qualquer emissora, mas em uma que tem cultura no nome é uma barbaridade sem igual, “a gente se adecôa”. Se adéqua, cara-pálida.

(CACALO KFOURI)

                                                              ***************

         

                                                                  ***************

******

Copiadas do Blog do Ancelmo

A casa mais vigiada do Brasil: 43.958.821 brasileiros assistiram ao BBB 2021

Sabe quantos brasileiros assistiram ao BBB 2021? 43.958.821. São quatro milhões a mais do que na estreia da edição do programa em 2020, e 7,9 milhões a mais do que em 2019.

O número pode servir de explicação para o fato de o coiso ter sido eleito, é próximo do de  votos que obteve.

O ofício assinado por Ministério da Saúde, AGU e CGU autorizando a compra de vacinas por empresas

Para se ter uma ideia do estado da conjuração, que envolveu boa parte do PIB brasileiro, em 22 de janeiro, o governo, através de ofício com assinatura dos titulares do Ministério da Saúde, da AGU e da CGU, disse à AstraZeneca que não tinha nada a se opor, desde que para cada vacina entregue a uma empresa outra fosse doada ao SUS.

Aliás, uma cópia do ofício foi dirigida ao Fundo Black Rock, sócio da farmacêutica, cuja participação na enroscada não ficou clara até agora.

A prova oficial da trama. Junte-se à nota o que está no Direto da Fonte (Estadão, 28) estão mais do que confirmadas as ações que tentaram negar e a mentira que o coiso contou. Este, no caso, foi desmentido pela própria AstraZeneca:

 Mensagem de Paulo Skaf, presidente da Fiesp, no zapzap: “Eu quero dizer que essa notícia de 33 milhões de doses que se falou, isso saiu não sei de onde, não foi confirmado pela Astrazeneca. Agora estão dizendo que são doses do Blackrock, que é de se estranhar. Nós estamos procurando ir atrás desse fundo e se informar se (sic) existe alguma coisa e até agora não temos confirmação nenhuma da existência dessas vacinas. A Astrazeneca desconhece essa oferta. Então, pode ser que tudo isso foi um diz que diz”.

Alguns integrantes do grupo estranham a fala de Skaf. Afinal, seria ele o protagonista da aquisição de vacinas. O presidente da Fiesp disse que “fica uma situação interessante porque, se o governo tem dinheiro e compra tudo aquilo que aparecer e tiver registrado, não sobra muito pro setor privado comprar”.

                                                                  ***************

Copiadas da Folha

Aliados dizem que Maia ameaça dar aval a impeachment de Bolsonaro

Como revelou a Folha, o presidente da Câmara ligou para Ramos na noite de terça-feira (26) e, em tom duro, reclamou da interferência de Bolsonaro na disputa pela presidência da Câmara, cuja eleição está marcada para segunda-feira.

Maia negou à Folha ter tratado de impeachment na conversa com Ramos, embora tenha reconhecido que se exaltou. Procurado, o ministro não se manifestou sobre o teor da conversa.

Vã esperança, mesmo que a iniciativa não fosse dar em nada, vai ser poltrão até o fim.

Se quiser escolher ministro, se candidate em 2022, diz Bolsonaro após Mourão sugerir saída de Ernesto

Em recado direto ao vice-presidente Hamilton Mourão, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (28) que cabe a ele escolher e demitir ministros, chamou seu vice de palpiteiro e disse que quem quiser escolher os membros do primeiro escalão do governo deve se candidatar nas próximas eleições presidenciais.

As declarações foram dadas um dia após Mourão ter sinalizado a demissão de Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores.

Que governo harmônico, hein? Mais um general a engolir desaforos disparados por um capitão de araque.

                                                                  ***************

Copiada do band.uol.com.br

Ladrões fazem arrastão em restaurante da chef Paola Carosella em São Paulo

Segundo a Polícia Militar, dois criminosos(!!!) chegaram ao restaurante Arturito, da chef Paola Carosella, e em seguida anunciaram o assalto. Os suspeitos(!!!) recolheram objetos de valor de ao menos quinze clientes, além de uma quantia em dinheiro.

(!!!) Gente, só mesmo criando um substantivo para descrever o despautério, varrice, conjunção de vaselinice com burrice. Cara-pálida, se criminosos não são suspeitos, se suspeitos não são criminosos, são suspeitos de ser.

                                                                  ***************

Copiadas do UOL

Ygona Moura tem velório restrito a dez pessoas da família em São Paulo

A influenciadora, de 23 anos, ganhou mais notoriedade nas redes sociais após minimizar a covid-19. Em janeiro deste ano, ela postou vídeos relatando suas noites de aglomeração. “Gente, que noite foi essa? Noite de aglomeração com sucesso.” “Aglomerei mesmo e recebi bem para isso”, afirmou.

“Hoje, estou aqui pela Tiradentes, estou caçando um baile, quero aglomerar de novo, (estava morrendo de saudade)(*) de aglomerar”, disse ela, à época. Dias depois, Ygona foi internada.

(*) Acabou morrendo, mas de covid-19… O Mirando tem uma grande curiosidade a respeito de quem se deixa influenciar por gente deste nível de mediocridade.

Bolsonaro troca afagos com Collor e projeta Lira eleito: ‘se Deus quiser’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o senador Fernando Collor (PROS-AL) subiram hoje no mesmo palanque e trocaram afagos durante uma cerimônia organizada para promover a liberação de tráfego da nova ponte sobre o Rio São Francisco, na BR-101, entre Alagoas e Sergipe. No evento, Bolsonaro aproveitou para declarar apoio ao deputado federal Arthur Lira (PP-AL) na eleição para a presidência da Câmara.

 

Estivesse a foto em um filme de faroeste, a legenda seria WANTED!

 

Gastos do governo federal com alimentação e leite condensado caíram em 2020

Assunto do momento no país, a aquisição de leite condensado pela União chegou a um total de R$ 20,2 milhões em pagamentos em 2020, uma redução na comparação com os R$ 31,1 milhões pagos em 2019. O valor de R$ 15 milhões, que está sendo amplamente comentado, inclusive nas redes sociais, diz respeito ao valor pago em 2020 relativo a compras feitas em 2019.

Como perguntaria o coiso, e daí? Continua um valor absurdo. No Pão de Açucar, que está longe de ser barateiro apesar da propaganda afirma isso, a unidade custa R$ 6,49, portanto com R$ 15 milhões é possível comprar mais de 2,3 milhões de latas, permitindo um consumo de mais de 6.300 por dia. Haja pudim e brigadeiro!

                                                                  ***************

Copiada do UNIVERSA

Preta: “Fiz lipo, tomei remédio, fiquei magérrima. E não pararam de atacar”

“Fui saco de pancada de gente misógina, racista e gordofóbica numa época em que essas palavras nem existiam”, conta. “Por causa disso, emagreci, fiz lipo, tomei remédio e fiquei magérrima. E não pararam de atacar.”.

Não fez a principal coisa que deveria ter feito, parar de se exibir a cada espirro que dava. Acabe com a evasão de privacidade e os idiotas não terão a quem atacar. A rede é isso, pura selvageria, deu mais do que tempo para saber.

                                                                  ***************

Copiada do G1

Abandonada pelo MDB, Simone Tebet vê ‘jogo’ para fazer do Senado ‘apêndice do Executivo’

“Veio o jogo de quererem transformar o Senado em um apêndice do Executivo e, dentro disso, vocês podem interpretar da forma que bem entenderem. E a partir daí começaram outras negociações”, acrescentou.

Em quem será que comanda os que “quererem”? Aquele quê, conforme V.Excia, se fosse alvo de impeachment criaria um problema para o país. Ele comprou seus coleguinhas, dánô-se!

                                                                  ***************

Copiada do Agora

Aluguel residencial pode ser reajustado em 25,71% em fevereiro

O valor do aluguel residencial com aniversário em fevereiro poderá ter reajuste de 25,71%, maior percentual de correção dos últimos 18 anos, afirma o Secovi-SP (sindicato da habitação).

A alta vale para contratos em andamento e corigidos pelo IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), medido pela FGV (Fundação Getúlio(*) Vargas). Em junho de 2003, o IGP-M foi de 28,23%.

(*) Colegos e colegas, quando será que notarão que Getulio no nome da FGV não tem acento? Entrem no site e é capaz que percebam. Repetirei uma piada interna, na fundação, Getulio não tem assento e acento.

Se os proprietários dos imóveis não tiverem sensibilidade para perceber a crise pela qual o país passa e agirem como os donos dos destinados ao comércio haverá um brutal aumento de despejos.

                                                                  ***************

Copiada da BBC News

EUA se preparam para espetáculo de trilhões de cigarras que irão emergir após 17 anos sob a terra

Os Estados Unidos se preparam para presenciar neste ano um fenômeno biológico que não ocorre em nenhuma outra parte do mundo. A partir de maio, na primavera do hemisfério Norte, trilhões de cigarras que passaram 17 anos vivendo debaixo da terra começarão a emergir do solo, invadindo cidades e zonas rurais em 15 Estados.

Sorry, BBC, mas isto acontece aqui no Brasil, eu fotografei, fiz mais de 100 fotos, desde o momento em que as ninfas apareceram na superfície do solo, subiram em árvores, as cigarras saíram das ninfas e, depois, voaram.

Aqui está uma das fotos:

https://www.instagram.com/p/Ba6GnnEHM2M/?igshid=ywtsnt4we9ih

                                                                  ***************

Copiada do CONGRESSOEMFOCO

Governo negocia Ministério da Saúde com o Centrão

As negociações para eleger Arthur Lira (PP-AL) como presidente da Câmara dos Deputados envolvem a entrega ao Centrão de um dos órgãos federais de maior orçamento: o Ministério da Saúde, cujas despesas no ano passado alcançaram o valor total de R$ 150,62 bilhões segundo o Portal da Transparência, da Controladoria-Geral da União (CGU).

Inaugurado o Mercadão do Planalto, onde se gasta a fortuna de R$ 1,5 bilhão com acepipes e, diferentemente de outros, em que só vendas são feitas, nele são comprados parlamentares. Quem consegue imaginar a competência de um ministro da Saúde quê, cuja primeira obrigação será a de obedecer às decisões medíocres do coiso, e, depois, aceitar o cargo? No máximo, será um Pazzo, o zuello, 2.

                                                                  ***************

 

 

 

1 thought on “Com o coiso, vamos ficando para trás, vendidos na feira dos políticos

  1. “Aluguel residencial pode ser reajustado em 25,71% em fevereiro”. Talvez vocês nem se lembrem mais, dada a inutilidade da coisa e a tara demofóbica de quem a comanda, porém – sim, é verdade – o Brasil tem um Banco Central, que cuida exatamente disso: inflação (aquela que eles dizem andar em torno dos 4%…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter