coelho

Olha o Coelho aí, minha gente! Blog do Mário Marinho

coelho

Com a vitória sobre o Palmeiras, 2 a 1, o América chegou ao sétimo jogo seguido sem derrota.

Saiu da desconfortável e pegajosa Zona do Rebaixamento para um merecido 10º lugar em franca ascensão.

Os palmeirenses estão reclamando do juiz, Leandro Vuaden, que, na opinião deles, deveria ter expulsado o zagueiro Baunermann, do América, por falta no atacante Rony. Em vez do vermelho, o zagueiro recebeu o cartão amarelo.

Mas, como já dizia o profeta Zaratustra, que viveu na Pérsia 700 anos antes de Cristo, o choro é livre.

Na verdade, até que O Verdão saiu bem na foto, já que o América desperdiçou um pênalti que Felipe Azevedo chutou na trave. Se marca, o jogo poderia ter terminado em 3 a 1.

Os dois times fizeram um bom e movimentado jogo.

Criaram e tiveram chances de gols ao longo da partida. Mas, numa possível soma de vantagens em campo, o América foi melhor e mereceu a vitória.

Se o América se afastou da perigosa Zona de Rebaixamento, o Palmeiras viu escapar boa chance de se aproximar do líder Atlético que ontem só empatou com o lanterna Chapecoense.

Ao invés de se aproximar, se afastou.

A retomada do América é o resultado de um bom trabalho que o técnico Vágner Mancini vem realizando.

A última derrota do América foi no dia 23 de agosto, quando perdeu para o Bragantino, 2 a 0.

No jogo seguinte, venceu o Ceará e o Athletico PR, ambos por 2 0.

Em sequência, empatou com o Corinthians e o São Paulo, os dois jogos fora de casa.

Recebeu o Flamengo e ficou no importante empate: 1 a 1.

Visitou o Cuiabá, que vem fazendo boa campanha no Brasileirão, e venceu por 2 a 0.

Terminada a rodada, o Galo mineiro continua firme na liderança com 50 pontos. É perseguido por Flamengo (que ontem empatou com o Bragantino), Palmeiras e Fortaleza (que venceu o Fluminense, no Maracanã, 2 a 0), todos com 39 pontos.

O leitor mais desavisado há de querer saber por que o América é chamado de Coelho.

coelhoAntes de mais nada, é sempre bom lembrar que o América é também chamado de Deca por ter sido campeão mineiro por 10 anos consecutivos, de 1916 a 1925.

Nos anos 40, o extinto jornal Folha de Minas, de grande circulação em Minas, encomendou ao cartunista Mangabeira (nascido Fernando Pierucetti, 1910-2004) símbolos que representassem os times mineiros.

Mangabeira criou o Galo para o Atlético, encarnando a sua garra e determinação dentro de campo. Para o Cruzeiro, criou a Raposa, em homenagem ao dirigente Mário Grosso conhecido na época por sua habilidade e esperteza na condução dos negócios de seu Clube.

Para o América, foi criado o Coelho, bichinho que além de sua fofura é muito veloz – como era em campo o time alviverde.

Ainda falando sobre o América, a diretoria está em negociação com o bilionário Joseph Dragosa que tem interesse em investir no Clube.

Dragosa já teve negócios com o francês Bordeaux, onde investiu durante uma temporada.

Agora, voltou seus olhos para Minas Gerais. Quer também investir em um clube de Portugal e outro da Bélgica.

A diretoria do América, mineiramente, não confirma nem desmente. Mas confirma que tem uma diretoria voltada a estudar as propostas de transformação do time em Clube-Empresa e que está analisando propostas.

Mineiro é assim: nunca está a favor nem contra – muito pelo contrário.

E também não fica rico: fica remediado.

Veja os gols da quarta-feira:

https://youtu.be/CFu1THRjyMQ

___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)
____________________________________________________________________

2 thoughts on “Olha o Coelho aí, minha gente! Blog do Mário Marinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter