infoxicação

Infoxicação ( Ansiedade midiática). Por Meraldo Zisman

O neologismo infoxicação (sobrecarga de informação) foi criado em 1996 pelo espanhol Alfons Cornella, especialista em inovação. Corresponde ao excesso de informação, um dos maiores causadores da ansiedade que sofrem os brasileiros. O nosso Brasil é um dos campeões mundiais em ansiedade, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Advirto ao leitor, não considero esses avanços uma doideira da pós-modernidade. Muito pelo contrário, acredito que o amplo acesso à informação facilita o conhecimento e traz em seu bojo inúmeros benefícios. Contudo, quando a informação é embaralhada e — pior — politizada, provoca um aumento na ocorrência de enfermidades psicossomáticas. Para permanecer na minha praia, a Medicina, digo que minha vivência com pacientes, mostra que a “ansiedade” vem crescendo durante essa dita pandemia, justo no Brasil, país em que o percentual dos afetados por essa enfermidade é um dos mais altos do mundo.

Na minha apreciação, a nossa problemática não reside nas telinhas dos smartphones e sim na qualidade da informação veiculada, diria que direcionada a incutir o medo nas pessoas, pois só se noticia os inúmeros de casos e morte, a necessidade do isolamento social e a importância do uso das máscaras, entre outros cuidados preventivos.

Apesar de saber que esses noticiosos tendem a impactar os indivíduos, fazendo com que eles desenvolvam medo, angústia e até mesmo condições mais graves como a depressão e a ansiedade, especialmente quando mostram um viés politizado ou polarizado, agora agudizado pela dúvida entre vacinar ou não as nossas crianças.

A pergunta: devo ou não vacinar as minhas crianças? – está causando muito mais ansiedade, e generalizada.

O que fazer?

De uma coisa tenho certeza: aumentou muito o que denomino ANSIEDADE MIDIÁTICA, ainda não codificada pelo Código Internacional das Doenças (C.I.D.).
infoxicação

________________________________________________________

Meraldo Zisman Médico, psicoterapeuta. É um dos primeiros neonatologistas brasileiros. Consultante Honorário da Universidade de Oxford (Grã-Bretanha). Vive no Recife (PE). Imortal, pela Academia Recifense de Letras, da Cadeira de número 20, cujo patrono é o escritor Alvaro Ferraz.

_______________________________________________________

1 thought on “Infoxicação ( Ansiedade midiática). Por Meraldo Zisman

  1. Caro Dr. Meraldo, obrigada por mais essa verdade, nesse seu artigo!
    Situação periclitante, essa nossa! E, já há muito, intensificada ao triplo com a Pandemia. Se nos confinamos e nos isolamos, viveremos a amiga solitude, que, para a maioria, é uma solidão avassaladora! Somos animais gregários! A imposição de notícias e/ ou propaganda nos celulares, que nem vibram mais, eles tossem e espirram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter