dois bons jogos

Danilo comemora a convocação marcando na vitória do Palmeiras sobre a Juazeirense: 2 a 1

Dois bons jogos. Blog do Mário Marinho

dois bons jogos

Na terça-feira: América MG 2 x 0 CSA.

Na quarta: Corinthians 2 x 0 Portuguesa Carioca.

Sim, eu sei: os adversários eram muito fracos. Mas deve-se levar em conta, também, que eles estavam o jogando o jogo de suas vidas.

Começo com o América.

Fiquei agradavelmente surpreso com o time armado pelo técnico Vagner Mancini, técnico que eu considero limitado.

Apesar da fragilidade do adversário (o América havia vencido o primeiro jogo por 3 a 0), não houve por parte do meu time de coração nenhum afobamento, nenhuma pressa.

É verdade que o primeiro gol, marcado logo no começo do jogo por índio Ramirez facilitou as coisas.

Porém, mesmo perdendo o CSA não abandonou o seu forte esquema defensivo.

Pacientemente e com habilidade, os jogadores do América trocaram passes até encontrar melhores chances para finalizar.

O segundo gol veio aos 39 minutos do segundo tempo, por Rodriguinho, um golaço é bom que se registre.

Jaílson (aquele que foi do Palmeiras e que continua sendo excelente goleiro) fez duas ou três defesas sem importância e uma, mostrando que continua em forma, espalmando para escanteio um perigoso chute rasteiro no seu canto direito.

O que mais me chamou a atenção, porém, foi que o técnico Vágner Mancini escalou jovens jogadores, sinalizando para um futuro promissor no meu time de bela camisa verde-negra.

Entraram durante o jogo:

Arthur, lateral, 19 anos, que fez ontem seu 9º jogo entre os titulares (os outros oito jogos foram pelo Campeonato Mineiro).

Kawê, atacante 19 anos, que já jogou entre os titulares 8 vezes, sendo 7 delas pelo Campeonato Mineiro.

Rodriguinho, 18 anos, atacante, que fez ontem seu sétimo jogo, sendo seis pelo Mineiro.

Rodriguinho me chamou a atenção pois o América já revelou um bom jogador com esse nome que até teve uma boa passagem pelo Corinthians.

Assim como o outro Rodriguinho, ele é muito habilidoso, talvez até mais do que o seu xará.

Essa habilidade me fez lembrar Zuca, que foi meu ídolo nos anos 50. Digo até que foi o primeiro craque que vi jogar. Em 1957, Zuca foi para o argentino Newell Old Boys e nunca mais voltou.

Veja os melhores momentos da vitória do América e prestem atenção no golaço de Rodriguinho.

https://youtu.be/95x5vhBCQ1M

Na arena Neo Química, o Corinthians não teve dificuldades para vencer a Portuguesa carioca, 2 a 0. No primeiro jogo, disputado em Londrina, houve empate em 1 a 1.

Empurrado por sua fantástica e exuberante torcida, o timão partiu logo pra cima da Portuguesa.

Os medalhões do time, exceção de Cássio, ficaram no banco.

Recorre aqui ao meu assessor especial para assuntos corintianos, o Vinicius Marinho (sim, o sobrenome vale: é meu neto).

Vini me diz que Giovane 19 anos; Wesley, 17 anos: e Gustavo Mantuan; 20 anos; são as mais novas crias do histórico “Terrão”. Na verdade, o Terrão já nem existe mais, porém ficou o apelido para designar jogadores que vêm da base.

Alguns outros que estiveram ontem em campo, também são crias do trabalho de base que o Corinthians vem realizando já há algum tempo.

Mas eu fico nos três que foram escalados pelo técnico Vitor Pereira (e pelo Vini, claro).

O trabalho de Vitor Pereira, o VP, parece estar entrando nos eixos e atingindo aquilo que o técnico quer.

O Corinthians venceu sem sustos, sem correria, sem afobação. Houve muita troca de bola, já que a Portuguesa se trancou, e em 90% dos casos, troca de bola em direção ao gol adversário,

Volto a dizer que o adversário ontem foi muito fraco, porém, era o jogo de sua vida. Nunca na longa e tradicional história da Portuguesa Carioca, ela teve tamanha visibilidade.

Tanto assim que seus jogadores saíram de campo com a certeza do dever cumprido.

Em entrevistas, não pouparam elogios ao técnico e até à direção do clube que propiciaram essa oportunidade.

Em entrevista, o zagueiro Leandro Amaro depois de elogiar a equipe, falou sobre seu mundo real.

– Agora, é encarar a realidade e voltar para a Série B. Nosso objetivo é subir para a Série C.

Veja os gols:

https://youtu.be/_96DhXmD7D8

Seleção

Brasileira

Tite divulgou a relação dos 27 convocados para os dois próximos ou três amistosos.

A Fifa deverá permitir a inscrição e até 26 jogadores. Daí, Tite ter convocado 27, para dar chance a mais um.

A grande novidade foi a merecida convocação de Danilo, jovem meio-campista do Palmeiras.

Se ele vai à Copa do Qatar ou não, são outros quinhentos. Mas, pelo menos já começa a se enturmar.

Faltou alguém?

Sempre falta.

Acho que Huck merecia estar entre os convocados. O cara é uma máquina de fazer gols. Mas não é só isso: sabe driblar, tem boa visão de jogo e dá excelentes assistências aos seus companheiros.

Pô! E foi artilheiro do último Brasileirão.

_____________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR) ____________________________________________________________________

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter