show Timão

O show do Corinthians. Blog do Mário Marinho

show Timão

Eu penso que não deve ser nada fácil a vida do corintiano.

Na segunda-feira passada, publiquei aqui um blog com o título “Timão no sufoco”. O texto continua: “Não deveria ter sido assim…”

Referia-me ao jogo contra o Goiás, que o Corinthians fez um belo primeiro tempo, marcou um gol e depois não fez mais nada, levando o torcedor ao sofrimento com a possibilidade real de o adversário conseguir o empate – e, até mesmo, a virada.

Assim, daquela vitória desnecessariamente sofrida da semana passada, o corintiano está hoje sorrindo de orelha a orelha com a exibição, a chamada exibição de gala contra o Santos ontem, na arena Neo Química.

Como, por deformação profissional, eu assisto aos jogos de futebol com o olhar mais crítico, confesso que ver aquelas jogadas envolventes logo no primeiro tempo, as trocas de passes que tornaram fácil, muito fácil, a chegada dos atacantes corintianos à área santista, logo pensei no jogo da semana passada.

Falei com meus botões: ‘É, começa assim e depois para.”

Felizmente, para os corintianos, foi bem diferente.

Minutos depois do Roger Guedes perder um gol incrível (no tempo de menino a gente dizia: esse até minha vó fazia), o Timão chegou novamente à área santista, em jogo pelas pontas, e jovem Mantuan fez 1 a 0, aos 20 minutos.

Oito minutos depois, Giuliano faz 2 a 0 em jogada também pelas pontas, de velocidade.

Ao contrário de outros jogos, o Corinthians não parou exerceu seu domínio e ao 43′ Raul Gustavo fez 3 a 0.

No segundo tempo, o Corinthians diminuiu um pouco o ritmo, mas, se manteve aceso e levando perigo ao gol Santista.

Tanto assim que aos 15 minutos Giuliano fez o quarto e último gol.

Antes do gol de Giuliano, Roger Guedes tentou aplicar o golpe do pênalti. A encenação dele foi horrorosa, ator de segunda, mas o juiz caiu e aplicou o pênalti.

Aí entrou em ação o discutido VAR que desmascarou o mau ator.

E foi também o VAR que sugeriu ao juiz a expulsão do jovem Zanocelo por entrada violenta, uma cotovelada no zagueiro do Corinthians já no finalzinho do jogo.

Agora, o corintiano vai esperar ansiosamente qual Corinthians estará em campo, no sábado, quando enfrentará o mesmo Santos, na Vila Belmiro, desta vez pelo Brasileirão.

Meu neto Vinicius, assessor especial para assuntos corintianos, me informa que, além de Fágner e William revelado pela base corintiana, ontem estavam em campo mais estes meninos que vieram da base: Du Queiroz, Lucas Piton, Mantuan, Matheus Araújo, Adson, Roni e Robert Renan.

Realmente, um belo trabalho de base.

Galo vence o

Mengão. Outra vez.

Lá de Belo Horizonte, o jornalista Julio Baranda, colaborador emérito desse blog, relata a vitória do galo, 2 a 1, sobre o Flamengo, com direito a golaço do Huck.

“Atlético e Flamengo fazem mais um grande jogo no Mineirão lotado, com mais de 50 mil torcedores. O Galo começou com mais volume e logo aos seis minutos abriu o placar com Hulk – aliás, um golaço.

 Depois, a posse de bola foi toda do Flamengo. Apesar disso, o rubronegro não conseguiu levar muito perigo ao gol atleticano.

No segundo tempo, quando parecia que o Flamengo teria mais posse de bola, num contra-ataque rápido Hulk partiu em velocidade e na ponta esquerda fez um cruzamento para a direita, e dentro da área Ademir cabeceou sem chances para Diego Alves.

O jogo foi bastante equilibrado e, aos 35 minutos, o Flamengo conseguiu o seu gol através de Lázaro.

E 2 a 1 foi o placar do bom jogo que os mineiros assistiram”.

Veja a chuva de gols da Copa do Brasil:

https://youtu.be/QWHUbZd6Xfc

Centro de

Excelência do Verdão

Recebi do amigo Francisco Busico palmeirense apaixonado e que já foi Diretor Financeiro do Palmeiras, hoje é o presidente da AAFC – Associação dos Aposentados da Fundação Cesp -, o vídeo que apresento abaixo.

Trata-se de um belo trabalho do repórter André Hernan em visita ao Centro de Excelência do Palmeiras, lá na Academia de Futebol.

Cícero Souza, Gerente de Futebol Profissional, foi o guia de André Hernan por esse espetacular trabalho que o Verdão desenvolve no cuidado com seus jogadores.

É o antes, o agora e o depois.

Tudo o que pode ser feito para que um jogador esteja bem preparado para desempenhar bem o seu trabalho dentro de campo. E bem preparado tanto física quanto mentalmente.

O vídeo é longo. Tem 40 minutos, mas, vale, cada minuto.

Vale para você, torcedor do Palmeiras, entender os cuidados que cercam os jogadores e dar mais valor ao planejamento dos dirigentes.

E vale também para você que não é palmeirense para saber o que acontece lá e até cobrar dos dirigentes do seu time. Compartilhe com eles esse vídeo.

Parabéns aos dirigentes do Palmeiras e parabéns ao repórter André Hernan.

Veja a reportagem:

https://youtu.be/aJ3nLN0EF1I

__________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

____________________________________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter