desespero - urnas

Por Benjamim Cafalli

O desespero e a saia justa com os textos que acordam o Brasil

O desespero cresce, o apoio desce

desespero - rainhaA Fiesp, Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que já foi presidida pelo coisiforme Paulo “cof cof” Skaf e hoje tem no comando pessoa de outra estirpe, lançará hoje (5) um documento de nome “Em Defesa da Democracia e da Justiça” com assinatura de uma centena de entidades – associações empresariais, ONGs e até centrais sindicais.

No texto, o conteúdo que assusta o ignaro ignóbil: “a estabilidade democrática, o respeito ao Estado de Direito e o desenvolvimento são condições indispensáveis para o Brasil superar os seus principais desafios”.

“As entidades da sociedade civil e os cidadãos que subscrevem este ato destacam o papel do Judiciário brasileiro, em especial do Supremo Tribunal Federal, guardião último da Constituição, e do Tribunal Superior Eleitoral, que tem conduzido com plena segurança, eficiência e integridade nossas eleições respeitadas internacionalmente, e de todos os magistrados, reconhecendo o seu inestimável papel, ao longo de nossa história, como poder pacificador de desacordos e instância de proteção dos direitos fundamentais”.

Entre as assinaturas, as que mais causam desespero no abjeto candidato são as da Febraban e da Câmara Americana de Comércio (Amcham). Para que se possa ter uma ideia mais completa da aversão a ele, a CUT aderiu ao documento da Fiesp.

O cachorro é o animal que está certo

 Em Sete de Setembro, o ignaro ignóbil anuncia que levará seu gado a Copacabana, e estará à frente da manada, para uma manifestação em que, entre outras ignomínias, haverá ataques ao STF e às urnas eletrônicas.

 O despropósito é tão grande que até os vira-latas já sabem disso:

DESESPERO - URNAS
   por Benjamim Cafalli

Perderam completamente a noção

 Um dos mais bárbaros, se não o mais, cometidos no país foi o “Massacre do Carandiru”, em São Paulo. Aconteceu no dia 2 de outubro de 1992, quando da invasão do presídio por tropas da PM, ação que resultou na morte de 111 detentos. Foram condenados 74 policiais, inclusive o coronel Ubiratan Guimarães, que comandou a ação. Candidatou-se e foi eleito deputado estadual. Usou “111”, o número de assassinados como o de candidato, o que explica o nível de selvageria que vige no país e o porquê de certas figuras, por mais abjetas que sejam, acabam sendo eleitas. Acabou absolvido pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça. Em setembro de 2006 foi assassinado. A acusada pelo crime, a sua namorada, por ironia do destino, foi absolvida por falta de provas.

 Guimarães, sem dúvida, seria herói do ignaro ignóbil e seu apoiador, fazendo dupla com o congênere nada brilhante Ustra, o torturador.

 Depois de muitas marchas e contramarchas em razão de dezenas de recursos, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, manteve a condenação dos PMs.

 Mas há um problema, tramita na Câmara, e já foi aprovado na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, um projeto de lei que anistia os PMs. Para que se tenha o nível de boçalidade em queo país está mergulhado, o relator, deputado Sargento Fahu, defendeu a atuação dos matadores, classificou-os como “heróis” e, pasme, leitor, afirmou  que deveriam ser “condecorados pela bravura que exige coragem que vai além dos riscos comuns”.

 Que país é este???

 Briga de foice no escuro

De jogo sujo os dois se equivalem. O inefável senador Renan Calheiros anunciou que o MDB alagoano irá lançar a candidatura de Jullyene Lins, ex-mulher de Arthur Lira, a deputada estadual.

Ela acusou o ex por vários malfeitos, até de a ter agredido.

Que odor estranho emana daí…

O crime, infame, está cada vez mais infame

Está acontecendo uma série de fatos estranhos em relação ao assassinato do petista Marcelo Arruda cometido pelo coisiforme policial Jorge Guaranho.

O primeiro do criminoso alegou que a morte foi em legítima defesa, quando há evidentes provas de que não foi. O novo advogado, logo depois de assumir a causa, alega que visitou o matador no hospital e que ele não se lembra de nada, o crime está apagado de sua memória.

Agora, descobre-se que o registro do dispositivo eletrônico da gravação das câmeras de segurança que filmaram o crime foi apagado.

Com isso, não é possível saber quem teve acesso às imagens horas antes do crime, o que impede que se saiba se houve a participação de mais gente no assassinato.

O responsável pelo monitoramento das camêras era Claudinei Esquarcini, que, aparentemente, se suicidou dias depois do crime.

Não se pode esquecer que Guaranho é diretor da Associação Recreativa e Esportiva da Segurança Física (Aresf), local  em que Arruda comemorava seu aniversário.

Para deixar as coisas mais confusas ainda, novas imagens mostram que Guaranho foi covardemente agredido por três petistas depois de atingido por disparos feitos em legítima defesa feitos por Arruda.

 Os agressores desferiram mais de 20 chutes na cabeça do policial caído no chão. Além de os chutes na cabeça, houve chutes no tórax, nas pernas e pulos no peito.

Em resumo, não faltaram barbaridades no episódio.

Me engana que eu gosto

Faz mais de um mês que o UOL vem denunciando um enorme esquema de corrupção no governo Cláudio Castro (RJ) e só agora resolve exonerar – e ainda assim a pedido –, querendo passar a ideia de que não sabia de nada, o responsável pelo pagamento em dinheiro vivo a mais de 20 mil contratados “secretos”, pois seus nomes e suas funções não foram publicados em lugar nenhum.

O criativo ex-auxiliar de C.C. – abreviação sugestiva… – é Gabriel Lopes, que presidia o Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio.

Ninguém se informa…

 Ouvido no Conexão Globo News: “Na divisa entre os dois municípios”. Cara-pálida, divisa é entre estados, entre municípios é limite, capisce?

 Pouco depois, “Socorrida para o hospital”.

 No Jornal Hoje, “Chegar na ilha…”. “Chegou no Japão”. “O sinal 5G não chegou no meu celular”…

 Sem falar no festival de anacolutos… “O desembargador, ele…”.

 Barrabás, cadê o Padrão Globo de Qualidade? Não basta o desastre em que se transformou o Blog do Ancelmo?

(CACALO KFOURI)

                                                                  ***************

Copiada da Veja

 RADAR ECONÔMICO

A má prática do Tribunal de Justiça de SP na mira de advogados

Uma série de ações judiciais contesta as práticas do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) por segurar repasses sobre os depósitos judiciais (se não pagarem em dia os credores de precatórios devidos pelo estado)(???)

(???) Hein? Tradução, por favor. Má prática é este texto, o resto é fichinha.

Advogados reclamam que a autarquia atrasa o pagamento de dívidas já tramitadas em julgado que viram fruto de receitas do tribunal por meio de rendimentos de contas do Banco do Brasil (BB) — para(???) onde os depósitos são feitos. Enquanto o dinheiro demora cerca de dois anos para chegar no(???) bolso do credor, o tribunal recebe percentuais mensais do volume a(???) espera de liberação.

(???) Barrabás, cara-pálida, cabulou quantas aulas de Português? Para onde? Não, escriba, onde. Chegar no? Não, escriba, ao. A espera? Não, escriba, à espera.

 (…). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) oficiou ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, um pedido para que tribunais de justiça(!) não possam mais receber repasses sobre os depósitos judiciais se não pagarem em dia os credores.

(!) Cara-pálida, Justiça, no sentido de Poder Judiciário, é sempre em caixa-alta. Tribunal também é sempre em caixa-alta. Já, se no plural, tribunais ou Tribunais, depende de padronização adotada pela publicação, capisce?

Mino Carta, fundador da Veja, se vir o texto, vai passar mal, no tempo dele a escrita correta era mandatória.

                                                                  ***************

Copiada da CNN Brasil

Barroso nega recurso e mantém condenação de policiais por Massacre do Carandiru

 Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou argumentos dos advogados dos PM’s(!!!), que contestavam decisão do STJ do ano passado

(!!!) Caramba, assassinaram o vernáculo também! PMs, cara-pálida.

                                                                   ***************

Copiada do msm.com

 Ex-BBB Aline Gotschalg expõe diagnóstico de câncer maligno(!!!): ‘Dias difíceis por aqui’

 por Patrícia Dias

(!!!) Genial, a cara-pálida, depois de realizar dezenas de pesquisas, dá esperança às pessoas, existe câncer benigno. Nunca se deve desistir.

                                                                  ***************

Copiada do Estadãozinho

Direto da Fonte

  • TOP FIVE. A exposição de Adriana Varejão na Pinacoteca de São Paulo foi a quarta exposição mais visitada da história da Pina em 117 anos e a primeira de (uma artista mulher)(???) a figurar nos cinco primeiros do ranking.

(???) Caramba, agora a coisa complicou. Fala-se em linguagem neutra, cheia de xis, mas em que categoria se inscreve “uma artista mulher”? Uma não é mais suficiente para determinar o gênero?

                                                                  ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 legenda
 jefe: Ancelmo Gois
 miss Caixa/mistake: Ana Cláudia Guimarães (editora)
errador/mister Crase: Nelson Lima Neto
Por que continuar lendo o blog se tem tanto erro e dá tanto trabalho? É que, apesar da decadência do texto, continua sendo uma boa fonte de informações. E, afinal,  qual seria o sentido de fazer o “Mirando” sem mirar?
Em tempo: não mais será usado itálico nos adjetivos dos coleguinhas e em blog, perde-se muito tempo com isso.

Duas Linhas e Meia (04-08-2022)

Agenda

Por Sem Autor(???)

(???) Novo contratado? Anônimo pra errar incógnito?

. O ex-presidente da OAB Nacional e candidato a vice(*)governador na chapa de Rodrigo Neves,

(*) Manteve o nível! Com hífen, fantasma.

(…). No novo projeto, os comerciantes que(XXX) através de um aplicativo vão passar a ter contato direto com o consumidor final, inclusive para conhecer suas reclamações, demandas e sugestões (96433-3848).

(XXX) Invisível, tire o que daí. Com ele a frase não tem sentido.

 Eduardo Fauzi será interrogado em audiência sobre ataque à produtora Porta dos Fundos

Acusado de integrar o grupo que arremessou (coquetéis molotov)(XXX) na fachada da produtora Porta dos Fundos,

(XXX) Mistake, abra aquele livrinho de nome dicionário e terá uma surpresa explosiva, é coquetéis-molotovs

(…), poucos dias depois da produtora Porta dos Fundos exibir um programa especial de Natal, no(X) Netflix.

(X) Na Netflix, mistake, não é um canal, é uma empresa provedora de filmes.

Ecologistas turcos protestam contra compra do porta-aviões São Paulo

O temor é de(X) que o casco do porta-aviões, que usa (???) amianto, possa provocar algum dano ecológico

(X) Jefe, é que ou o de que, capisce?

(???) Barrabás, desde quando casco usa alguma coisa, jefe? Tem amianto ou em que é usado amianto.

                                                                   ***************

 

Navio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter