Chegaram as canetadas do dia, por Cacalo Kfouri

cneta vermelhaOs jornais têm coberto massivamente as invasões de escolas públicas em São Paulo como protesto contra o desastrado e mal discutido projeto da Secretaria de Educação para realocação de alunos. Até “estudantes” do MTST participam. O que não tenho visto é notícia sobre a situação dos alunos, que ficaram três meses sem aulas durante a greve dos professores (se as aulas normais são ruins, imaginem as de reposição…) e, agora, não têm por causa das invasões. Quando se vê a avaliação dos estudantes no país, dá vontade de chorar. Como será a próxima, depois de um ano letivo incompleto? Não é uma boa pauta?
Não bastassem os vícios, tais como “quem gostaria?” e “vou estar transferindo”, com origem em más traduções do inglês, temos as agressões oriundas do economês, que também partem de traduções erradas: crescimento negativo e crescimento zero. Os jornais de hoje estão carregados com as barbaridades/barbarismos. Puxa, que eu conheça, só raiz de planta e rabo de cavalo crescem para baixo. Com boa vontade, pode-se incluir o subsolo dos prédios, chegam a ter cinco. E, se é zero, significa que não houve crescimento, ficou como estava, não houve mudança, ficou estável, repetiu a situação anterior. Ah, tem o estatiquês também, crianças de “zero” a cinco anos.
Por favor, apresentem-me a este fenômeno, a criança de zero ano.

(CACALO KFOURI)

******************
Na Folha
Câmara aprova em primeiro turno PEC dos precatórios de Alckmin e Haddad
(…)
O substitutivo autoriza a utilização dos depósitos judiciais para a quitação dos débitos. Entes federados poderão utilizar até 75% dos depósitos judiciais e administrativos tributários ou não; além de 40% dos demais depósitos judiciais da localidade, mediante a instituição de um fundo garantidor composto pela parcela restante dos depósitos judiciais.
(…)
O tema merece aprofundamento, cheira-me a mais um modo de lesar o cidadão. Além de os governos atrasarem abusiva e constantemente o pagamento de precatórios, se aprovada definitivamente a PEC, vão poder avançar sobre os depósitos judiciais, dinheiro dado como garantia para honrar compromissos que estão sub judice, será o caos. A matéria dá o factual, não vai ao fundamental, às consequências.
Em São Paulo, o governo deve R$ 17 bilhões em precatórios e a prefeitura, outros (???)(*)R$ 15 bilhões.
(*) “Outros”? Só quando 15 bi forem iguais a 17 bi …
*****************
Por que seu quibe não fica bom
Dei um google e achei na Onile, na Bombay e na Cuesta Sabores – o meu eu trouxe dos Emirados, onde fiz essa inexpugnável(*) descoberta, rs.
(*) Desde as 6 h da madruga, quando li o jornal, tento decifrar, mas, confesso, desisti.
*******************
No Estadão
Polícia faz buscas em BC argentino
O juiz federal argentino Claudio Bonadio ordenou ontem uma operação de busca no Banco Central argentino, como parte de uma investigação contra (???) o presidente da instituição,
Investigação não é contra e nem a favor, é sobre, caso contrário, seria (aqui cabe) tendenciosa.
*****************
No UOL, na capa
Cheiro de cloro causa temor em Governador Valadores (Valadares)
O erro acabou por ser um comentário involuntário.
*****************
No G1
Ciclista é esfaqueado no Aterro do Flamengo, Zona Sul do Rio
Segundo a vítima, em três anos que faz (cursa)(*) faculdade no Catete, apenas uma vez policial (**) constatou a presença de policiamento na região.
(*) Cursa é mais adequado, não? Faz jornalismo, como está no pé do texto.
(**) Policial, só uma vez, depois será jornalista, tomara que mais cuidadoso que o autor do texto.
(…), que só percebeu que havia sido esfaqueado quando chegou no (ao) posto de gasolina e as pessoas começaram a dizer qur (que) havia muito sangue em suas costas.
Apesar do susto, Triete diz que não pretende deixar de andar de bicicleta no Rio e enfatizou que (ao invés)(XXX)(em vez)(*) das pessoas mudarem suas rotinas, a segurança deve ser uma prioridade.
(*) Ao invés significa ao contrário, e rotina e segurança não são antônimos. Em vez cabe sempre, em qualquer situação.
invés
[Alter. de inverso, resultante do emprego proclítico dessa palavra em loc. adv.]
Substantivo masculino.
1. Lado oposto; avesso.
Ao invés. Ao contrário; ao revés.
Ao invés de. Ao contrário de; ao revés de:
Ao invés de muito triste, é um ser intensamente alegre. [Cf. em vez de.]
cneta vermelhaCACALO KFOURI - É  jornalista e observador, muito observador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter